Arquivo da tag: ITAQUERA

Rodízio será prolongado na quinta por causa de jogo em Itaquera

Estadão Conteúdo

N/A

Por causa de jogo, rodízio será expandido

A Prefeitura decidiu ampliar o rodízio de veículos na quinta-feira  por causa do jogo Coreia do Sul e Bélgica, na Arena Corinthians, na Zona Leste de São Paulo. Carros com placas de finais 7 e 8 ficam proibidos de circular no centro expandido, das 7h às 20h. O decreto do prefeito Fernando Haddad foi publicado nesta quarta-feira  no Diário Oficial do município.

 Na segunda-feira, quando a Holanda enfrentou o Chile no estádio em Itaquera, a Prefeitura tomou a mesma medida para favorecer o fluxo de veículos. No mesmo dia, o Brasil enfrentou Camarões, no Mané Garrincha (DF). Nessa segunda, as faixas de ônibus também tiveram seu funcionamento ampliado.

Haddad chegou a propor a decretação de um feriado no dia da partida Brasil e Camarões- medida que não foi aprovada pelos vereadores. A administração municipal temia que um caos no trânsito como aconteceu antes da partida do Brasil contra a México, na terça-feira, quando a capital paulista registrou 302 km às 15h.

Medidas funcionaram

Após demorar quase duas horas e meia no trânsito para chegar em casa na terça-feira, o analista de RH, Alexandre Gonçalves da Silva, optou por utilizar o metrô dessa vez. Ele trabalha na região da Avenida Paulista, mas mora no bairro do Cangaíba, na Zona Leste.

“Apesar do transporte público estar lotado, é mais previsível do que ter vindo de carro. Vou chegar em casa mais cedo hoje do que no último jogo”, contou o analista. Alexandre foi liberado às 13h10 do serviço, e afirmou que a flexibilidade do horário contribuiu na volta para casa.

Alexandre precisou fazer duas baldeações e pegar um ônibus no Terminal Penha, onde o tempo de espera foi maior. Após duas horas de trajeto, o analista chegou à sua residência. “O que demorou foi a lotação para chegar. Agora, o tempo total do trajeto foi dentro da normalidade”, afirmou. Ele chegou a tempo de ver o jogo da seleção ao lado da mãe, a aposentada Helena Rodrigues da Silva, de 66 anos.

Um francês e dois brasileiros são presos por vender ingressos da Copa em Itaquera

Agência Brasil

Três cambistas foram presos nesta segunda-feira em Itaquera, na zona leste da capital paulista, perto da Arena Corinthians (Itaquerão), estádio onde hoje a Holanda enfrentou o Chile em jogo da primeira fase da Copa do Mundo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, foram detidos um francês, que estava na Avenida José Pinheiro Borges e portava 14 ingressos para o jogo Holanda x Chile; um brasileiro que tentava vender ingressos para um torcedor chileno; e outro brasileiro que estava na Avenida do Contorno e que tinha dois ingressos para o mesmo jogo, além de três credenciais para entrada no estádio.

Dois termos circunstanciados foram registrados no 65º Distrito Policial, em Arthur Alvim, pela venda de ingressos por preço maior que o cobrado no guichê. Já o terceiro caso foi registrado na 1ª Delegacia da Divisão Especial de Atendimento ao Turista (Deatur).

Diversidade em união: Cultura brasileira é exaltada em festa de abertura da Copa

Cerimônia marca o início do Mundial na Arena Corinthians

O DIA

São Paulo – Antes de a bola rolar para iniciar a Copa do Mundo, uma grande festa marcou a cerimônia de abertura do Mundial. Um dos momentos mais esperados dos últimos tempos serviu para contar um pouco da história do país que receberá pelos próximos 30 dias o maior evento de futebol do mundo. Culturas e costumes foram contados, visitantes representados e a música tema embalou o fim da festa. A certeza já existia, mas agora é oficial: Vai ter Copa!

Olhar de criança! Índios marcam presença em cerimônia para representar a essência do povo brasileiro

Foto:  Divulgação

Índios de uma tribo paulista também marcaram presença no evento. Carregados em canoas durante o início da cerimônia, os nativos representavam a essência do povo brasileiro defendendo a terra e descobrindo as riquezas do país. A presença indígena chegou para encerrar a primeira parte da festa, que representou a natureza.

FOTOGALERIA: As melhores cenas da festa de abertura da Copa do Mundo

A segunda parte do evento serviu para mostrar a grande diversidade cultural do país. Danças e costumes de diversas regiões do Brasil foram representadas com um grande misto de cores e músicas. Curiosidades de norte a sul do território nacional estavam ali. O gramdo da Arena Corinthians era como um grande palco teatral: 26 estados e o distrito federal presentes na grande mostra de rituais.

O terceiro ato da festa é para representar justamente o futebol. Personagens de diversos países brindam o público da Arena Corinthians num grande encontro de culturas. O globo de led que figurava no centro do gramado passou a representar uma bola: a Brazuca. A hora se aproximava. No exato momento que a bandeira do Brasil entrou no cenário, o ônibus da Seleção estava a poucos metros do estádio.

Claudia Leitte, Pitbull e Jennifer Lopez marcam presença em festa de abertura da Copa

Foto:  Divulgação

Olodum, samba… Um apito anuncia a chegada da verdadeira Brazuca! Um jovem representava o árbitro e levava a bola ao centro do gramado. O globo se abre para Claudia Leitte roubar a cena. A cantora brasileira é a primeira a entoar um canto na abertura, em seguida, Pitbull e Jeniffer Lopez se únem à brasileira e a música oficial da Copa do Mundo passa a embalar a festa.

“Ole ole, ole ola”. Vai ter Copa! As cores da bandeira eram representadas pelas roupas do trio de cantores que empolgou o público presente nas arquibancadas. A cerimônia chegava ao fim e, aos poucos, todos os participantes se despediam da Arena Corinthians. O amarelo era a cor predominante no estádio que, agora, espera apenas pelo pontapé inicial dentro das quatro linhas.

Favorita, Seleção Brasileira inicia caminhada em busca do hexacampeonato

De A Tribuna On-line

N/A

Enfim chegou a hora. É com essa sensação que a Seleção Brasileira entra em campo hoje, no Itaquerão, às 17 horas, para enfrentar a Croácia na partida que abre a Copa do Mundo. E a equipe dirigida por Luiz Felipe Scolari começa o torneio sob a pressão e a sombra de ter que confirmar a condição de favorito.

Vista sob desconfiança até maio de 2013, a Seleção passou por impressionante mudança de status deste então, provocada especialmente pela conquista do título da Copa das Confederações com uma expressiva vitória por 3 a 0 sobre a Espanha na decisão.

Para chegar até a final, porém, a Seleção terá que disputar sete jogos. E é isso que Felipão tem tentado mostrar os seus jogadores, mesmo que também tenha declarado que a sua avaliação aponte para uma final entre Brasil e Argentina. “Esse (o jogo contra a Croácia) é o primeiro degrau. Temos que pensar em um de cada vez”, recomenda.

Mas esse favoritismo já será colocado em jogo no duelo contra os croatas, pois esta pecha, ainda mais por ser o anfitrião da Copa, não permitirá erros. E os próprios jogadores já demonstraram saber disso, que uma Seleção gigante como o Brasil não pode perder, mais uma vez, a Copa em casa, como em 1950. “Grandes seleções como Alemanha e Itália perderam uma Copa e ganharam outra em casa. Nós só perdemos, chegou a hora de ganhar”, lembra o zagueiro David Luiz.

Para que uma nova derrota não se repita, a comissão técnica se cercou de diversos cuidados durante a preparação. Assim, Felipão poderá colocar em campo a sua seleção ideal.

Os olhos estarão, evidentemente, voltados para o atacante Neymar, principal astro da Seleção, mesmo que ele tente, a todo custo, fugir da condição de protagonista, ao menos em declarações públicas. Passar bem pelo “primeiro degrau” é vital para manter vivo o sonho de erguer a taça pela sexta vez.

Brasil

Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luize; Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar e Hulk; Neymar e Fred
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Croácia

Pletikosa; Darijo Srna, Vedran Corluka, Dejan Lovrene Sime; Vrsaljko; Ivica Olic, Ivan Rakitic, Luka Modric,Mateo Kovacice Ivan Perisic;Nikica Jelavic
Técnico:NicoKovac

Árbitro:Yuichi Nishimura(Fifa/Japão)

Local: Estádio Itaquerão, em São Paulo, hoje, às 17 horas.

Arena Corinthians segue em obras a apenas 8 dias da Copa do Mundo

Foto e Texto: Goal
O estádio será palco da abertura do torneio, entre Brasil e Croácia

Os funcionários da Arena Corinthians, em São Paulo, correm contra o tempo para deixar o local pronto para a abertura da Copa do Mundo 2014.

O Estádio irá receber no próximo dia 12 de junho a partida de abertura da Copa do Mundo, entre Brasil  e Croácia, pelo Grupo A. Além da estreia da equipe anfitriã, o local contará também com mais cinco jogos da competição.

Ainda há rotina intensa para a finalização das estruturas internas e externas.

Faltando apenas oito dias para o torneio, as arquibancadas provisórias não estão prontas e por toda parte é possível encontrar operários fazendo ajustes.

 

Itaquera cobra governo, e corintiano teme elitização da torcida em nova arena

 

Enquanto o morador do entorno do Itaquerão aguarda as melhorias prometidas para a região, torcedor teme que luxo e conforto da nova casa do Corinthians inflacione o ingresso

O torcedor do Corinthians está orgulhoso por finalmente ter um estádio próprio. A zona leste de São Paulo, onde fica a arena que também sediará a abertura da Copa do Mundo, comemora a presença de turistas de todos os cantos do planeta. Mas a alegria não impede o corintiano e o morador de Itaquera, por vezes a mesma pessoa, de cobrar aquilo que julgam de direito no próprio estádio e, principalmente, no entorno.

Feliz por um lado, o corintiano Alberto Gomes custa a acreditar que enfim poderá torcer pelo clube de coração em seu próprio estádio, um presente há tanto prometido e só agora cumprido. Por outro lado, ‘Favella”, apelido do líder comunitário, incomoda-se, a menos de um mês da abertura do Mundial, com o fato de as promessas feitas à região não terem se concretizado.

Relembre, em fotos, o jogo entre ídolos do Corinthians na arena:

 
 
Ídolos corintianos comemoram com Rivellino na inauguração do estádio. Foto: Daniel Vorley/Agif/Gazeta Press
1/11
 

Confira a tabela de jogos da Copa do Mundo de 2014 e programe-se

“Como torcedor corintiano, fico muito feliz de o estádio estar aqui. Mas, como cidadão, morador de Itaquera, ainda não vi a contrapartida. Quando passar a Copa, espero que apareça alguma coisa. Estou feliz de o Corinthians ter a sua casa, mas, como teve dinheiro público em uma área pública, tem que investir em educação e segurança”, cobra Alberto.

A região de Itaquera de fato não viu o progresso prometido. Mesmo as obras viárias, que já começaram, não serão concluídas para a Copa do Mundo. Um passeio despretensioso pelo entorno do estádio deixa claro que de 12 de junho, dia de Brasil x Croácia, é um prazo apertado demais, praticamente impossível de cumprir.

se os moradores de Itaquera cobram os governantes, os torcedores de arquibancada do Corinthians cobram os cartolas do clube. Afinal, temem perder espaço nas arquibancadas devido ao alto preço dos ingressos. Na inauguração oficial, o jogo deste domingo entre Corinthians e Figueirense, às 16h, os valores assustaram: entre R$ 50 e R$ 400, com pequeno desconto para o sócio-torcedor, que pagou R$ 35.

 

RENATO SILVESTRE/Gazeta Press

Mesmo não estando 100%, estádio do Corinthians vai receber primeiro jogo oficial neste domingo

“O nosso lazer é ir ao estádio de futebol. A gente não conhece teatro, cinema, parque… A gente é de Diadema. Então, são R$ 50 do ingresso, mais os R$ 15 da passagem. Fora o lanche, entendeu? Como tem jogo de quarta e domingo, isso quebra! Nossa preocupação maior é que podem tirar o torcedor do campo e botar os telespectadores”, diz Rogério Maldonado, o Bambu, presidente da Estopim da Fiel.

O temor é compartilhado pelas demais organizadas do Corinthians, incomodadas com os parâmetros estabelecidos em um estádio com padrão Fifa. Depois de comemorar a vitória sobre o Atlético-PR na reinauguração da Arena da Baixada, em amistoso na última quarta-feira, a torcida Pavilhão Nove publicou fotos do triunfo com a seguinte legenda: “Padrão Fifa é o c…! Respeita a favela!”.

Conforto, luxo e ingressos caros

O padrão é elevado no estádio de Itaquera, ainda que as obras estejam em andamento e o bairro esteja longe de ser nobre. Quem já esteve no local observou, por exemplo, banheiros antes inimagináveis em jogos do time do Parque São Jorge. Um conforto muitas vezes caro demais.

“Vão começar a idolatrar o estádio: ‘Olha que lindo!’. E é verdade. Eu estive no Maracanã, em Brasília, na Arena da Baixada, onde mais? Nenhuma dessas arenas se compara com a Arena Corinthians. É impressionante a comparação. Na Arena do Grêmio, é cimento liso pintado. Aqui, é mármore! Está bem faraônico”, analisa Bambu, numa mescla de satisfação e temor. “Tudo bem, a torcida do Corinthians merece todo o luxo. Mas a gente teme que o preço afaste o banguela, o descabelado, o que usa a camisa do camelô…”.

*com Gazeta

MST marcha em apoio aos sem-teto e por reforma agrária em SP

ImagemCentenas de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) saíram de Itapevi, na Grande São Paulo, em uma marcha em direção à capital paulista na manhã desta terça-feira. O objetivo do ato é chamar a atenção para reivindicações ligadas à reforma agrária e também em apoio à ocupação do terreno batizado como “Copa do Povo”.


Em uma manifestação pacífica, os sem-teto pretendem seguir até a cidade de Osasco hoje e continuar amanhã até São Paulo. O trajeto de 43 quilômetros faz parte da Marcha Estadual pela Reforma Agrária e da Semana Nacional de Lutas. O trajeto vai passar por dentro das cidades de Jandira, Carapicuiba e Barueri, e não deve afetar o tráfego de veículos nas rodovias. 

A manifestação faz parte da Semana Nacional de Lutas e deve se integrar amanhã em São Paulo ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), que ocupou um terreno de cerca de 150 mil metros quadrados no Parque do Carmo, nas proximidades do Itaquerão, no último sábado.

Fonte: Terra 

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio