Arquivo da tag: JOGO

Em Salvador, Palmeiras enfrenta desafio contra o Vitória

Estadão Conteúdo

Após vitórias sobre Goiás e Sampaio Corrêa, ambas no Pacaembu, o Palmeiras tem o seu primeiro grande desafio após a saída do técnico Gilson Kleina diante do Vitória, neste domingo, às 18h30 no estádio do Pituaçu, em Salvador, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe baiana não faz um torneio de encher os olhos, mas geralmente oferece muitas dificuldades quando joga em casa.

E as duas equipes vivem momentos parecidos. Eles vão a campo com técnicos interinos e em busca de afirmação. O curioso é que Gilson Kleina, demitido do Palmeiras, é um dos cotados do Vitória, que também cogita Vanderlei Luxemburgo, uma das opções alviverde. A semelhança entre as equipes não param por aí.

Palmeiras

Palmeiras terá seu primeiro grande desafio após a demissão do técnico Gilson Kleina

Os dois interinos resolveram dar mais espaço para a garotada, em comparação a Ney Franco e Gilson Kleina. No Palmeiras, Fábio e Renato se tornaram titulares absolutos enquanto que a equipe baiana aposta na juventude de Salustiano, José Wellison, Mauri e Alan Pinheiro.

Em relação ao Palmeiras, a equipe conseguiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil na última quarta-feira, mas sofreu para derrotar o Sampaio Corrêa, apesar do placar de 3 a 0. A partida fez Alberto identificar alguns erros e ele promete uma postura diferente no jogo deste domingo, mesmo sendo fora de casa. “A gente não vai jogar com a defesa lá atrás. Já somos, pelo estilo dos jogadores, um time ofensivo, que toca a bola e tem bons atacantes, então não podemos mudar a característica”.

Por isso, Alberto vai manter a formação com três atacantes mesmo sem poder contar com Leandro, que está com a seleção brasileira sub-21 para a disputa de um torneio na França. Marquinhos Gabriel deve ser o eleito para o setor. Assim, ele e Diogo vão cair pelas pontas e Henrique continuará centralizado no ataque.

Outro desfalque é o lateral-esquerdo William Matheus, que sofreu uma entorse no tornozelo direito contra o Sampaio Corrêa. Com isso, Juninho volta ao time, após perder espaço com a mudança de comando.

Jogo no Itaquerão pode dar renda recorde ao Corinthians

Estadão Conteúdo

No primeiro jogo oficial do Itaquerão, neste domingo, contra o Figueirense, o Corinthians poderá chegar perto (ou até superar) seu recorde de arrecadação como mandante. Por outro lado, houve reclamação por parte de torcedores que participam do programa de fidelidade do clube. O motivo: o alto valor dos ingressos. Os preços podem ser reduzidos depois da Copa do Mundo. Os cerca de 36 mil bilhetes foram vendidos pela internet apenas a integrantes do Fiel Torcedor, que têm 30% de desconto em cada ingresso.

A projeção de arrecadação do clube é de R$ 3 milhões, segundo o gerente de operações da arena, Lúcio Blanco. O valor é muito próximo da maior renda já registrada na história do clube: R$ 2 9 milhões, arrecadados na eliminação para o Flamengo, apesar da vitória (2 a 1), nas oitavas de final da Libertadores, em 2010, no Pacaembu.

Arrecadar R$ 3 milhões no domingo é uma projeção factível. Basta usar como exemplo o jogo do sábado passado, no amistoso de veteranos que marcou a inauguração do estádio. Foram vendidos 17 mil ingressos e, segundo Blanco, a renda do jogo chegou a R$ 800 mil.

O valor dos bilhetes sofreu um aumento de até 350% em comparação com os praticados no Pacaembu. E foi assunto de vários torcedores nas redes sociais. Os mais prejudicados foram os que participam do plano Minha História, que pagam R$ 600 de anuidade.

No Pacaembu, esses sócios pagavam R$ 70 o ingresso (cadeira laranja). No Itaquerão, contra o Figueirense, para esse torcedor comprar um ingresso compatível (no meio de campo), ele tinha duas opções: leste inferior (R$ 180) ou oeste inferior (R$ 250).
 

N/A

O valor dos bilhetes sofreu um aumento de até 350% em comparação com os praticados no Pacaembu

Os ingressos para o jogo de domingo custavam de R$ 50 (atrás dos gols, setor norte ou sul) a R$ 400 (área vip). “O grande problema foi que não tivemos como utilizar as cadeiras provisórias, infelizmente não pudemos agradar a todos”, afirmou Blanco.

O Corinthians já divulgou um comunicado oficial em seu site em que admitia que ajustes podem ser feitos. “O clube vai errar e acertar até alinhar o serviço e os valores que pretende oferecer aos seus torcedores”, dizia a nota oficial.

Na sexta-feira, o ex-presidente Andrés Sanches, que antes do estádio ficar pronto, garantia que 40% dos ingressos teriam preços populares, também falou em adequar os valores. “Quando as provisórias estiverem liberadas será outro cenário”, falou Andrés, que lembrou que o estádio tem um custo. “Mas não queremos explorar ninguém, haverá lugares para todos, caros e baratos.”

O Itaquerão, orçado em R$ 820 milhões, custou R$ 1,1 bilhão. O Corinthians precisou pegar um outro empréstimo (R$ 350 milhões), além do já oferecido pelo BNDES, para fechar a conta. As arquibancadas provisórias para a Copa devem ser usadas até o fim do ano

Corinthians anuncia ex-atletas para jogo no Itaquerão

Estadão Conteúdo

N/A

O evento será no Itaquerão neste sábado, às 10h

O evento programado para o Itaquerão neste sábado, às 10 horas, promete mexer com a emoção do torcedor do Corinthians. Nesta quinta-feira, o clube anunciou os mais de 100 ex-atletas que participarão de um amistoso com os atuais jogadores do elenco no novo estádio. Será o segundo evento realizado no local, sendo que o primeiro foi uma partida festiva entre funcionários da obra.

Entre os ex-jogadores chamados para a festa, que contará com a presença de 20 mil corintianos nas arquibancadas, estão alguns dos principais ídolos da história do clube, como Zé Maria, Wladimir, Neto, Zenon e Marcelinho Carioca, mas também alguns nomes pelos quais o torcedor não guarda tanto carinho, como Capone, Cocito, Iran, Coelho, Edson Pelé, entre outros.

Momentos vitoriosos da história do clube estarão representados, como o título paulista de 1977, que encerrou a fila de 23 anos sem conquistas, a Democracia Corinthiana, entre 1982 e 1983, o primeiro título brasileiro, em 1990, a vitoriosa geração de 1998 e 1999 e a equipe que conquistou Libertadores e Mundial de Clubes em 2012.

O atacante Ronaldo era um dos nomes esperados, mas não conseguirá vir a São Paulo para a festa. Atuais dirigentes, o ex-lateral Alessandro e o volante Edu Gaspar estão confirmados, assim como o volante Elias, que ainda não pode atuar pela equipe.

De acordo com o Facebook oficial do clube, o time “titular” dos ex-atletas seria escalado com: Ronaldo; Alessandro, Fábio Luciano, Marcelo Djian e Wladimir; Biro-Biro, Rincón, Vampeta e Neto; Marcelinho e Geraldão. O técnico é Basílio, autor do histórico gol do título de 1977.

Confira a lista completa dos ex-atletas confirmados:

Goleiros: Dagoberto, Julio Cesar, Emerson Leão, Rafael Cammarota Ronaldo, Solito, Tobias, Wilson, Yamada.

Laterais: Ailton, Alessandro, Alfinete, Coelho, Fininho, Iran, Ismael, Julinho, Kleber, Nelsinho, Pavão, Sylvinho, Valdo, Vitor Wladimir, Zé Maria.

Zagueiros: Amaral, André Leone, Batata, Capone, Carlinhos Grauna Célio Silva, César, Dama, Edvaldo, Fábio Luciano, Juninho Fonseca, Marcelo Djian, Maurão, Moretti, Nenê, Paulão.

Volantes: Amaral, Barbieri, Biro-Biro, Careca, Cocito, Dunga, Elias, Ezequiel, Fabio Augusto, Gilberto Costa, Gilmar Fubá, Gino, Homaley, Marcelinho Paulista, Marcio Bittencourt, Perdigão Pingo, Rodrigo Pontes, Tião, Tosim, Vampeta, Wagner, Wagner Basilio, Wilson Mano, Zé Elias.

Meias: Andrezinho, Basílio, Boiadeiro, Edson Pezinho, Edu Gaspar João Carlos, João Paulo, Jorginho, Neto, Pitta, Ricardinho, Rincón, Souza, Tupãzinho, Zenon

Atacantes: Aguinaldo, Amoroso, Ataliba, Dicão, Dinei, Edilson, Edson Pelé, Eduardo Amorim, Fernando Baiano, Geraldão, Gil, João Paulo, Juarez, Leto, Liedson, Luizão, Marcelinho Carioca, Mauro, Palhinha, Paulo Egídio, Paulo Sérgio, Pitta, Ricardo Noal, Serginho, Thiaguinho.

Convidados: Adil, Adnan, Badeco, Baré, Buião, Diogo, Eli, Ivair, Ivan, Jairo, Jenildo, Lance, Lima, Luiz Carlos, Polaco, Rivellino, Solitinho, Zé Eduardo.

Fora de casa, Galo abre confronto diante do Atlético Nacional (COL)

Estadão Conteúdo

N/A

 

Em busca do bicampeonato da Copa Libertadores, o Atlético-MG abre a sua participação nas oitavas de final nesta quarta-feira, às 22 horas (horário de Brasília), diante do Atlético Nacional, em Medellín, na Colômbia, tentando voltar ao Brasil com um bom resultado. Para isso, aposta na grande fase da sua defesa, mas também sabe que precisa melhorar a sua produção ofensiva.

Nas últimas quatro partidas, o Atlético-MG marcou apenas um gol, no seu compromisso anterior na Libertadores – a vitória por 1 a 0 sobre o Zamora -, mas também não foi vazado. O desempenho defensivo tem agradado ao técnico Paulo Autuori. Ao mesmo tempo, ele vem demonstrando apoio público aos jogadores do ataque. Assim, descarta realizar mudanças no time, exceto por ordem médica.

Com isso, a única troca feita para o duelo com o Atlético Nacional será o retorno do centroavante Jô, poupado na estreia da equipe no Campeonato Brasileiro por causa de dores musculares. Principal esperança de gols do time nesta quarta-feira, ele deverá ficar com a vaga de Fernandinho no setor ofensivo.

Já o zagueiro Réver, mesmo recuperado de lesão, segue como opção no banco de reservas para os titulares Leonardo Silva e Otamendi. Na lateral esquerda, após fazer a sua estreia no Atlético-MG diante do Corinthians no domingo, Emerson da Conceição disputa seu primeiro jogo pelo clube na Libertadores depois de ser inscrito nas oitavas de final.

Com a base mantida e ainda sem Josué, Dátolo e Marcos Rocha, o Atlético-MG e Autuori esperam que o meia Ronaldinho Gaúcho e o atacante Diego Tardelli enfim brilhem nesta Libertadores, para que o time melhore o seu desempenho no ataque e consiga um resultado que lhe deixe confortável para o jogo de volta com o Atlético Nacional, marcado para o dia 1º de maio, em Belo Horizonte.

Embalado pela boa campanha no Campeonato Colombiano, em que avançou para as finais com a melhor campanha, o Atlético Nacional sabe bem da importância de conseguir um bom resultado em casa, no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, para deixar o oponente sob pressão na semana que vem.

O Atlético Nacional é o único clube da Colômbia que conseguiu avançar às oitavas de final da Libertadores e precisará melhorar o seu desempenho diante de clubes brasileiros para avançar na competição – perdeu para o Grêmio por 2 a 0 e 3 a 0 na fase de grupos.

O time, porém, entrará em campo empolgado pela vitória sobre o Newell’s Old Boys por 3 a 1, na Argentina, que garantiu a sua presença no mata-mata da Libertadores. No entanto, o técnico Juan Carlos Osorio não poderá utilizar o meia Edwin Cardona, expulso em Rosário.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio