Arquivo da tag: márcio frança

Ex-prefeito de São Vicente, Márcio França será vice na chapa de Alckmin

De A Tribuna On-line

Com informações da Estadão Conteúdo
N/A

Márcio França será vice na chapa de Alckmin 

O deputado Márcio França (PSB-SP) será o vice da chapa do governador Geraldo Alckmin (PSDB). O nome dele será anunciado neste domingo, segundo informações da Agência Estado, durante a convenção que oficializará o tucano como candidato à reeleição. França recebeu neste sábado o aval do pré-candidato à Presidência do PSB, Eduardo Campos, para ser o nome do partido na chapa tucana.

Presidente estadual do PSB paulista, França foi quem articulou o apoio a Alckmin. O acordo desagradou a ex-ministra Marina Silva, que trabalhou para que a legenda lançasse candidatura própria no maior colégio eleitoral do País. Ainda neste sábado, o PSB realiza a convenção que irá confirmar o nome de Campos a presidente e Marina a vice.

Ex-prefeito de São Vicente (1997-2004), França foi secretário de Turismo do Alckmin entre 2011 e 2012. Ainda na última semana, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin havia convidado oficialmente o PSB a indicar um representante para ser o candidato a vice na chapa liderada pelo tucano, que tentará a reeleição este ano.

Entre 2004 e 2011, França cumpriu mandatos como Deputado Federal, assumindo a lidença do partido na Câmara dos Deputados. Segundo dados oficiais, na reeleição, em 2010, ele recebeu mais de 170 mil votos, o que o fez tornar-se o mais bem vontado no Litoral Paulista.

França: Marina já tem prazo para deixar o PSB

O presidente do diretório paulista do PSB, deputado Márcio França, deixou clara a divisão da legenda e culpou a Rede da ex-senadora Marina Silva pela falta de acordo. Segundo ele, a sigla já tem prazo para sair: ‘Eles preferiram trabalhar como se fossem um outro partido. Assim que registrarem o partido deles, vão embora. E a gente vai continuar no PSB. Onde tiver intersecção, vamos juntos’, disse.

França foi o articulador da derrota aos marineiros no maior colégio eleitoral ao insistir em aliança do presidenciável Eduardo

Campos com o governador tucano Geraldo Alckmin. “A ingratidão (com Alckmin) é um ato forte e só teria condições de fazer um movimento contrário se tivesse grande oportunidade. Se Marina fosse candidata em São Paulo, estava resolvido. Fui prefeito de São Vicente e em 2010 declarei voto nela. Foi a cidade em que ela foi mais votada, entre as grandes, porque declarei meu voto. Tenho legitimidade para dizer que nem sempre ela está certa”, disse. 

Ele insiste na importância de atrelar a imagem de Campos a Alckmin no Estado: “Se Campos for para o segundo turno, quem faria o palanque dele no Estado sem essa aliança?”.

Fonte: Brasil247

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio