Arquivo da tag: max b.o.

COLETIVO DE GRAFFITI LANÇA 3° EPISÓDIO DA SÉRIE “OPNI CONVIDA”

Em seu terceiro episódio a série convida os rappers Thaíde e Xis a conhecerem a quebrada de São Mateus e seus principais pontos de cultura.

O Grupo OPNI lança o terceiro episódio da série “OPNI Convida” nesta quarta – feira 3 de setembro, através das redes sociais.  Com produção de Toni William, os vídeos mostram visitas de grandes nomes do hip hop na galeria de arte a céu aberto, localizada na Vila Flávia em São Mateus.

Na série, os artistas convidados conhecem a quebrada e seus principais pontos de cultura. Desta vez, os rappers Thaíde e Xis falam sobre música, graffiti e sociedade.

Desde 2009, a Galeria a Céu Aberto favorece o bairro. Os integrantes do  Grupo OPNI cresceram em São Mateus, e através dos grafites transformaram o local que ainda é marcado pela pobreza e exclusão social.

O Grupo OPNI iniciou sua trajetória em 1997 desenvolvendo um trabalho exclusivo em suas ações culturais que sempre retratam o cotidiano periférico, realizando murais e exposições “artivistas”. Além da Galeria a Céu Aberto, o grupo mantém projetos como o “Quadro Negro”, com publicação mensal na revista Raça.

Confira o vídeo do 1º episódio com os convidados Max B.O e Dexter!

 

 

 

MAX B.O. LANÇA “VAMO ALÉM”

MC faz reflexão sobre as manifestações brasileiras em nova produção nas vésperas da Copa do Mundo no Brasil

O músico e apresentador Max B.O. acaba de lançar o clipe “Vamo Além” em parceria com o produtor musical Wzy. O clipe inédito tem produção e edição do Estúdio C7. A letra mantém o estilo de B.O. e fala sobre as manifestações que começaram em junho do ano passado e que ainda não tem previsão para acabar com a abertura da Copa do Mundo.

Max B.O. acha a união da população muito importante para melhorar o país, desde que haja consciência: “Não adianta participar de uma manifestação sem saber porque está lá, pelo que se reivindica. Gente que quer apenas uma foto pra postar nas redes sociais, que vai pra uma manifestação como se estivesse indo fazer um passeio ou quem simplesmente só quer aparecer diante das câmeras, acaba deturpando o verdadeiro sentido do ato. E onde estão e o que fazem as pessoas que muitas vezes são mentoras dessas indignação popular?”.