Arquivo da tag: mês sagrado

Mês sagrado do islamismo começa

DIÁRIO DE CUIABÁ|JOANICE DE DEUS

Na próxima semana começa o Ramadã, mês sagrado para o islamismo e durante o qual os muçulmanos praticam o jejum, desde o nascer ao pôr do sol. O Ramadã tem a duração de 30 dias e marca o começo do nono mês muçulmano, seguindo o calendário lunar. 

“Fazer jejum é um dos cinco pilares do Islã. Jejum faz bem para a saúde porque sabemos que a doença sai do estômago e se a pessoa fica sem comer e beber a doença vai embora, ela fica boa e sem vontade de cometer pecados”, explica o sheikh Omar Omama, da Mesquita de Cuiabá. 

Conforme Omama, o jejum é obrigatório para todos que têm mais de 12 anos de idade, exceto para quem possui doenças crônicas como o diabetes. “O muçulmano quando fica sem comer e sem beber consegue pensar nas coisas do pobre e nas coisas que dificultam a vida do pobre. Por isso, no fim do mês a gente paga uma caridade aos pobres”, comentou. 

O objetivo do jejum não é fazer a pessoa sofrer, mas mostrar a necessidade de priorizar o espiritual, lembrando sempre que o corpo e o espírito devem caminhar juntos. Depois do pôr do sol a alimentação é liberada. 

Além do jejum, o testemunho de fé de que Deus (Allah) é único e que Muhammad (Maomé) foi o último profeta, a oração cinco vezes ao dia, doação aos pobres e peregrinação à cidade sagrada de Meca, na Arábia Saudita, são os cinco pilares do Islã, que num contexto religioso, significa total submissão à vontade de Deus. 

Do nascer ao pôr do sol, os muçulmanos também devem se abster da relação sexual e de fumar. “É proibido fumar porque a fumaça entra no corpo e isso quebra o jejum”, explicou. O Ramadã é considerado sagrado porque foi neste mês que o Alcorão foi revelado durante um período de 23 anos ao profeta Muhammad (Maomé). 

Até o fim do mês, a Mesquita de Cuiabá mantém uma tenda na Avenida Coronel Escolástico, região central da capital, onde estão sendo distribuídos gratuitamente livros em vários idiomas (português, inglês, espanhol, italiano, entre outros) com o intuito de divulgar o islamismo. 

São mais de 100 mil edições que falam sobre temas como “Muhammad – O mensageiro de Deus”, “A mulher no Islam – Mito e Realidade”, “Meu grande amor por Jesus me conduziu ao Islã”, entre outros. “Em dois dias já distribuímos mais de 10 mil livros”, informou. 

Quem também deseja conhecer um pouco mais sobre o islamismo pode agendar visitas à Mesquita de Cuiabá por meio do e-mailsbmc@islamcuiaba.com ou pelo facebook sheikh Omar Omama.