Arquivo da tag: NATAÇÃO

Corinthians é campeão do Brasileiro de Natação após 48 anos

Lancepress
Após 48 anos de jejum, o Corinthians voltou a conquistar o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação. Neste sábado, a equipe paulista venceu o Troféu Maria Lenk, no parque aquático do Ibirapuera, em São Paulo, deixando para trás o Minas Tênis Clube, que era o atual campeão, e o Pinheiros. No total, o clube do Parque São Jorge somou 2.875,50 pontos, contra 1.990,50 dos mineiros e 1.730 do rival paulista. O Corinthians foi campeão pela primeira vez em 1962. Depois, voltou a erguer o troféu em 1964, 1965 e 1966.

” Foi um título muito planejado. O Corinthians não deu passos que não podia. Começamos trabalhando nas categorias de base e fomos construindo pouco a pouco. Os atletas enxergam hoje o clube como uma casa. A cada ano vamos acrescentando um elemento para tornar a equipe mais forte. A natação do Corinthians nunca acaba, pois é muito trabalho. Ainda não temos um projeto com incentivos fiscais e acho que é isso o que falta para solidificar ainda mais o que é feito. Este ano trouxemos a Katinka Hosszú (húngara campeã Mundial), mas ressalto que mesmo sem ela estávamos planejados para brigar pelo título. Ter a oportunidade de trazer uma atleta como esta, num país em que a natação feminina precisa crescer, acho que é muito positivo, pois elas conseguem enxergar mais facilmente que também podem chegar lá”, explicou Carlos Matheus, que é neto do ex-presidente do Corinthians, Vicente Matheus.

Vice no geral, o Minas venceu na contagem das provas masculinas, com 1.193,50 pontos. No feminino, também deu Corinthians, com 1.862 pontos. Na contagem de medalhas, o Timão somou 34 (17 de ouro, nove de prata e oito de bronze). O Minas ficou com 30 pódios no total (nove de ouro, 12 de prata e nove de bronze) e o Pinheiros obteve 24 medalhas (sete de ouro, oito de prata e nove de bronze).

Cesar Cielo avança em segundo nos 50m borboleta no Maria Lenk

Estadão Conteúdo

Imagem

O frio voltou a atrapalhar a tomada de tempos nas eliminatórias do quinto e penúltimo dia do Troféu Maria Lenk, nesta sexta-feira pela manhã, no Parque Aquático do Ibirapuera, em São Paulo. Entre os brasileiros, o melhor foi Nicholas Santos, da Unisanta, com 23s50, para ser o mais rápido nos 50 metros borboleta, à frente até de Cesar Cielo, atual campeão mundial da prova.

No total, quatro atletas nadaram abaixo do índice para o Pan-Pacífico, em agosto, na Austrália: além de Nicholas, também Cielo (23s81), Marcelo Chierighini (23s85) e Felipe Martins (23s89). A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) porém, limita o número de atletas a dois por prova. Além disso, a CBDA só levará um total de quatro homens à Austrália em provas não olímpicas. Como já são seis índices (três por prova de 50 metros), o critério será o índice técnico, um numeral correspondente a cada tempo, a partir de uma tabela pré-determinada.

Hoje os melhores índices são de Felipe França (988, peito), Nicholas Santos (976, borboleta), João Gomes Júnior (968, peito) Guilherme Guido (956, costas), Daniel Orzechowski (929, costas) e Cielo (922). As provas de 50 metros peito ainda serão realizadas no Maria Lenk, no sábado. Assim, a disputa da turma do borboleta é contra Guido.

No feminino, a CBDA só irá levar duas atletas para as provas não-olímpicas. Uma será Etiene Medeiros, nos 50 metros costas. A outra vaga está em aberto. Daynara de Paula, do Sesi, já havia feito o índice no Open, em dezembro passado, e avançou com o quarto melhor tempo nas eliminatórias dos 50m borboleta (27s13), atrás de duas estrangeiras e de Daniele Paioli (26s87), do Pinheiros.

Nas outras provas do dia a ordem foi poupar para a noite. Thiago Pereira (Sesi) liderou as eliminatórias dos 200 metros medley no masculino, enquanto a húngara Katinka Hosszu, campeã mundial, não teve problemas para bater o recorde do campeonato pelo Corinthians. Detalhe: entre os homens, só 10 atletas competiram. O Maria Lenk distribui pontuação para os 16 primeiros.

Com apenas 17 anos, Bruna Primati (Sesi) fez o melhor tempo nos 400 metros livre, com Poliana Okimoto em quarto. Entre os homens Leonardo de Deus (Corinthians) liderou, seguido da grande revelação desse Maria Lenk, Miguel Leite Valente, do Minas, campeão dos 800 metros e dos 1.500 metros.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio