Arquivo da tag: Record

Recorde de frio em cem cidades brasileiras

DIÁRIO DA MANHÃ|TALLITA GUIMARÃES

O dia de ontem (29) foi bastante frio em boa parte do Brasil. Mais de 120 cidades tiveram a temperatura mais baixa do ano. O município onde mais fez frio foi Monte Verde (MG), que amanheceu com 3,4ºC. Em Campos do Jordão (SP) o registro foi de 4ºC e em São Mateus do Sul (PR), 6,4ºC. Nas lavouras do distrito de Monte Verde, era possível observar uma leve camada de gelo sobre os campos. 

Para os próximos dias a previsão é de que o frio seja maior que nas últimas semanas. Na última madrugada, São Paulo registrou 12,1ºC na zona norte da capital. No feriado de amanhã (1º) a previsão é que o tempo seja mais ameno, com temperaturas mais elevadas na parte da tarde. Nos Estados do Sudeste os termômetros devem chegar a 30ºC.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

Receita bate recorde ao arrecadar R$ 293 bilhões no primeiro trimestre do ano

Em relação ao mesmo período de 2013 houve alta real de 2,08%

Agência Estado

28/04/2014 

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 86,621 bilhões em março, segundo dados divulgados nesta segunda-feira, 28, pela Receita Federal. Pela primeira vez no ano, a arrecadação não bateu recorde mensal. Houve uma alta real (com correção da inflação pelo IPCA) de 2,50% ante março do ano passado. Em relação a fevereiro deste ano, a arrecadação apresentou uma alta real de 3,24%.

O resultado da arrecadação em março ficou dentro do intervalo das previsões dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que ia de R$ 85,5 bilhões a R$ 99,4 bilhões, mas abaixo da mediana, de R$ 88,0 bilhões. A arrecadação das chamadas receitas administradas pela Receita Federal somou R$ 84,658 bilhões em março. As demais receitas (taxas e contribuições recolhidas por outros órgãos) foram de R$ 1,964 bilhão.


No acumulado do primeiro trimestre, o pagamento de tributos somou R$ 293,426 bilhões e foi recorde para os três primeiros meses do ano. Houve alta real de 2,08% em relação ao mesmo período de 2013. Em fevereiro, a arrecadação de impostos e contribuições federais bateu recorde para o mês e somou R$ 83 137 bilhões. Em janeiro, a arrecadação atingiu o maior valor da história, ao somar R$ 123,667 bilhões.

 

Estreia de Sabrina Sato garante vice-liderança isolada da TV Clube/Record

Com Anitta, Tom Cavalcanti e um grande game show, a japa começou o Programa da Sabrina com pé direito

Diario de PernambucoRobson Gomes| 27/04/2014 

Sabrina Sato estreou, neste sábado, programa que leva seu nome na TV Clube/Record. Crédito: Edu Moraes/Record

 
 
Sabrina Sato estreou, neste sábado, programa que leva seu nome na TV Clube/Record. Crédito: Edu Moraes/Record


“Parece que é difícil de acreditar, mas é verdade! É verdade, pai, mãe, Penápolis, Brasil: tá começando o Programa da Sabrina!”, com essas palavras, a apresentadora Sabrina Sato, visivelmente emocionada, anunciou o início de seu programa nos primeiros minutos da atração. Com um figurino preto bastante brilhante e diante de uma grande plateia, a “japa” não escondia a emoção em trilhar o primeiro passo solo na TV Clube/Record. Com seu jeito espontâneo, arrancou risos do público ao não esconder o nervosismo: “Eu erro muito. É obvio que eu vou errar bastante e vocês vão acompanhar tudo isso. Mas vou fazer de tudo pra dar certo”, prometeu a morena.

Durante duas horas e meia, Sabrina contou com grandes atrações, começando com a cantora Anitta. Além de apresentar sucessos como Blá, Blá, BláZen e Show das Poderosas, a artista participou do quadros Mão boba, em que ela se tornou “as mãos de Sabrina” para tentar maquiar a apresentadora, e Balão da Sabrina, uma espécie de homenagem numa forma bem criativa: elas “sobrevoaram” a história de Anitta, onde ela viu a casa onde morou, a escola onde estudou e reviu algumas amizades. Por fim, o coral da igreja que ela cantava entrou no palco da atração, levando a “poderosa” às lágrimas. 

Durante a presença da cantora Anitta, Sabrina Sato recebeu uma surpresa do grupo Porta dos Fundos. Quando parte da equipe do canal de humor entrou no programa – entre eles o namorado da apresentadora, o ator João Vicente de Castro – a turma anunciou que estava “doando” para Sato um assistente de palco diretamente de seu elenco: o humorista Totoro. Sabrina também foi às ruas no quadro “Sabrina esteve aqui”, que na estreia contou a história de uma cabeleireira da zona norte de São Paulo.

Um dos grandes momentos do Programa da Sabrina foi o game-show Meu marido é o cara, gravado num estúdio a parte, localizado em Paulínia, interior de São Paulo. A continuidade do programa acertou em cheio ao colocar a “japa” com o mesmo figurino usado nos estúdios da TV Clube/Record. A gincana entre quatro casais foi bem executada e Sato comandou bem a competição, que premiou o par vencedor com cinco mil reais.

Por fim, a apresentadora foi até Fortaleza bater um papo com o humorista Tom Cavalcanti. Numa entrevista bem descontraída, o comediante contou um pouco de sua vida e trajetória na Rede Globo e TV Clube/Record. Um dos pontos altos da conversa foi sobre o humorista Chico Anysio, onde Tom lamentou o triste fim da carreira da figura que o inspirou, já que Chico estava fora da televisão na época em que faleceu, em 2012: “Quem promoveu isso vai ter o troco”, desabafou o humorista. E ao ser questionado por Sabrina sobre o retorno do Tom Cavalcanti para a telinha, o comediante desconversou: “Quando tiver um projeto bom, eu voltarei em breve”, garantiu ele, que agora se dedica ao teatro e a um filme para o cinema.

As noites de sábado, então, ganham uma nova opção de entretenimento para toda a família com o Programa da Sabrina. Se seguir o ritmo do primeiro programa, podemos esperar um grande sucesso de audiência. De acordo com dados prévios do Ibope, a estreia de Sabrina Sato garantiu a vice-liderança isolada para a TV Clube/Record, com média de 10 pontos e pico de 12.

Dilma bate recorde de engajamento no Face

ImagemA entrevista da presidente Dilma Rousseff a internautas, realizada ontem em sua página no Facebook, foi um marco na história da rede social criada por Mark Zuckerberg no País. Com um público de 700 mil pessoas que participaram simultaneamente do evento, foi o maior “Face to Face” já transmitido no Brasil. Leia, abaixo, informação do Radar Online a respeito: 

O Face to Face que Dilma Rousseff promoveu ontem com os internautas brasileiros pela página do Palácio do Planalto no Facebook foi visto por mais de 700 000 pessoas. O número representa dez vezes o número de fãs da página de Dilma e é um dos maiores em engajamento já vistos na rede social no Brasil.

País fecha março com 273,5 milhões de linhas de celulares ativas

Agência Brasil

O número de linhas de celulares ativas no país chegou a 273,58 milhões em março deste ano. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), houve um acréscimo de 860,21 mil linhas no mês passado.

Ainda segundo a agência havia, em março, 135,3 linhas ativas para cada grupo de 100 habitantes. As linhas pré-pagas continuam sendo a maioria (77,57%) e as pós-pagas representam 22,23% do total. A banda larga móvel totalizou 114,4 milhões de acessos. Desse total, 2,08 milhões eram terminais 4G.

No mês passado, a operadora Vivo liderava o mercado, com 28,68% de participação, seguida da TIM, com 27,02%; da Claro, com 25,13%; da Oi, com 18,49%; da CTBC, com 0,39%; da Nextel, com 0,24% e da Sercomtel, com 0,02%.

Programa da Record ‘mata’ MC Gui em legenda e revolta telespectadores

Nessa segunda, caracteres do ‘Cidade Alerta’ deram a entender que funkeiro havia morrido, e não o irmão do famoso

IG

Rio – Na noite dessa segunda-feira, duas legendas do “Cidade Alerta”, da Record, revoltaram alguns internautas nas redes sociais. Durante a cobertura sobre a morte de Gustavo Matheus Castanheira Alves, aos 17 anos, irmão do funkeiro MC Gui, os caracteres das imagens deram a entender que o cantor famoso havia morrido, e não o irmão dele.

As frases “MC Gui: Pai e mãe falam sobre a morte” e “MC Gui: Mistério na morte” indignaram alguns fãs do funkeiro, que usaram o Twitter para se manifestar. “Quem liga a TV agora sem saber, pensa que quem morreu foi o MC Gui”, comentou um internauta. “Sensacionalismo?”, indagou outro. “Corrijam isso porque quem morreu foi o irmão dele”, comentou outro. Em poucos minutos, a legenda foi corrigida e trocada por “MC Gui: Mistério na morte do irmão”.

Legenda do ‘Cidade Alerta’ revolta telespectadores nas redes sociais

Foto:  Reprodução

Sabrina enfrenta inimigo poderoso: torcida contra na Record

O fim de seImagemana será de muito trabalho para Sabrina Sato. A apresentadora vai se prepa
rar para a gravação da parte principal do programa de estreia na Record, que será exibido no sábado (26). Ela passará a segunda-feira em estúdio. Na terça, outra prova de fogo: enfrentar um batalhão de jornalistas na coletiva de imprensa. Esta semana ela chegou a fazer um ‘media training’, treinamento com simulação de perguntas polêmicas, para não ser surpreendida diante dos repórteres.

Sabrina terá de enfrentar vários inimigos. O principal deles é o ceticismo de boa parte da direção da Record em relação ao seu potencial como apresentadora. A euforia inicial vista logo que foi contratada, em dezembro do ano passado, se dissipou rapidamente. Ana Hickmann enfrentou a mesma desconfiança interna quando assumiu o ‘Tudo é Possível’. Entre altos e baixos, a loira conseguiu se manter no ar por 3 anos e meio com o programa solo. Não era um sucesso de audiência, mas atraiu muitos anunciantes para o horário.

Parte da cúpula do canal acredita que acontecerá o mesmo com Sabrina: ibope instável compensado por bom faturamento. Hoje ela está entre os artistas mais solicitados para campanhas publicitárias. Sua imagem é usada para vender desde produtos populares até itens do mercado de luxo. Entre salário e ganhos com merchandising, a apresentadora deverá faturar acima de 1 milhão de reais por mês — mesma quantia recebida pela grande estrela da casa, Rodrigo Faro, que trocou a Globo pela Record em 2008 e se deu muito bem.

O argumento de que Sabrina não tem capacidade para comandar um programa sozinha é frágil. Intelectualidade não está entre as exigências para ser bem sucedido na TV. A apresentadora possui algo mais valioso para o veículo: muito carisma e baixo índice de rejeição. Se essas qualidades foram associadas a um bom formato e direção segura, poderão resultar numa atração interessante.

O grande perigo é engessarem Sabrina, não explorando sua autoironia e as inevitáveis falhas. O seu diferencial é justamente não se levar a sério e saber rir das próprias limitações. O público gosta dessa imagem despretensiosa. Querer transformá-la numa apresentadora-padrão resultaria num fiasco. Para conseguir inserir suas características no programa, ela tem recebido uma assessoria informal do namorado, o ator e publicitário João Vicente de Castro, um dos criadores do canal Porta dos Fundos. A ideia não é matar a ‘Sabrina do Pânico’. E sim mostrá-la ainda mais natural e divertida.

Sábado é um dia ingrato para quem trabalha em TV. Costuma registrar o pior índice de aparelhos ligados da semana. Além disso, Sabrina vai concorrer diretamente com a tradição (ainda que desgastada) do Jornal Nacional e da novela das 21h da Globo, Em Família, que está em baixa, mas sem risco de ser ameaçada no Ibope. Ela enfrentará ainda o humorístico Zorra Total. No SBT os concorrentes serão o seriado infantil Patrulha Salvadora, o Esquadrão da Moda e os filmes do Cine Família. Consolidar-se na vice-liderança não vai ser tarefa simples. O primeiro passo é derrotar a torcida contra do inimigo interno. Superada essa etapa, a chance de sucesso será maior.

Fonte: Terra

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio