Arquivo da tag: Sorocaba

Filho é preso após espancar pai de 84 anos no interior do Estado

Estadão Conteúdo

Um homem de 38 anos foi preso na quarta-feira acusado de espancar o pai de 84 anos, em Sorocaba, no interior de São Paulo. Uma equipe do 3º Distrito Policial foi à casa do suspeito depois de receber denúncia de vizinhos. O idoso foi encontrado com o braço enfaixado e hematomas pelo corpo.

Na tentativa de proteger o filho agressor, ele disse que havia se ferido acidentalmente, mas os policiais detectaram manchas de sangue na roupa do filho. Foi constatado que o idoso teve sangramento no ouvido e no nariz em razão das agressões.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito já tinha sido abordado anteriormente pela prática de agressões contra o pai. Os maus tratos, que incluíam abandono material, já que a casa em que o filho vive com o pai está em precárias condições de higiene, haviam sido denunciados ao Conselho Municipal do Idoso. No ano passado, a Justiça havia determinado que ele deixasse a casa do pai, mas a ordem não foi cumprida.

O acusado, que não teve o nome divulgado, foi levado ao distrito policial e autuado por lesões corporais e abandono material. A fiança foi fixada em seis salários mínimos, cerca de R$ 4,3 mil. Como o homem não tinha dinheiro para o pagamento, ele foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba. A Polícia Civil vai pedir a prisão preventiva do acusado. O idoso foi levado para a casa de parentes.

Médico é morto e casal é ferido a tiros em Sorocaba

09/06/2014 

Sorocaba, SP, 09 – O médico psiquiatra Eduardo Guenka, de 76 anos, foi morto a tiros na noite de domingo (8), na garagem de sua casa, no Jardim Santa Rosália, zona residencial nobre de Sorocaba. O filho do médico, Marcos Guenka, e sua mulher, Aline, também foram atingidos pelos disparos, mas sobreviveram.

Testemunhas viram o possível autor dos disparos fugir a pé. A arma usada nos crimes, um revólver calibre 38, foi achada no jardim de uma casa vizinha. A Polícia Civil já tem informações sobre o suspeito do crime, mas ele não tinha sido preso até a manhã desta segunda-feira (9).

De acordo com policiais, o atirador saiu de um bar situado na região e se dirigiu à casa do médico. O portão estava fechado e o criminoso fez os disparos da calçada, através da grade, contra os familiares que estavam na garagem. Outros dois moradores conseguiram se abrigar a não foram atingidos.

O serviço de resgate do Corpo de Bombeiros chegou rapidamente, mas o médico já estava morto. As outras vítimas foram levadas ao Hospital Regional, onde Marcos passou por uma cirurgia. Guenka era conhecido no bairro por realizar trabalhos sociais. A polícia ainda investiga o motivo dos crimes.

 

Polícia investiga 14 mortes em série em Sorocaba

“Alguns crimes foram praticados da mesma forma, com abordagem parecida, mesmo calibre e perfil das vítimas similar, disse o delegado seccional de Sorocaba, Marcos Carriel

Agência Estado

01/05/2014 

Sorocaba – A Polícia Civil investiga uma série de 14 assassinatos em sete locais de Sorocaba, no interior paulista, desde a noite do domingo. Uma das linhas de investigação é o possível elo das mortes (algumas com características de execução) com o homicídio de um PM na madrugada do domingo. Na manhã de ontem, três corpos não identificados foram localizados em uma perua carbonizada e com marcas de tiros em uma estrada rural.

“Alguns crimes foram praticados da mesma forma, com abordagem parecida, mesmo calibre e perfil das vítimas batendo”, disse o delegado seccional de Sorocaba, Marcos Carriel. Desde anteontem as Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), da capital, estão no município para reforçar o policiamento.

As execuções começaram 20 horas depois da morte do soldado Sandro Luiz Gomes, de 35 anos. Gomes patrulhava o bairro Paineiras com o sargento Antônio Correa Júnior, quando os ocupantes de um carro fizeram 16 disparos contra a viatura. Gomes morreu com um tiro na cabeça. O sargento foi atingido de raspão no pescoço.

Às 23h, no Jardim Casa Branca, mesma região do assassinato do PM, Renato Gomes e Samuel Soares, ambos de 26 anos, foram mortos em um campo de futebol por dois homens.

Na manhã de segunda-feira, uma vítima não identificada foi morta no Jardim Radio Club. À noite, Clayton Ravira, de 33 anos (com passagem por estelionato, furto e tráfico), Jonas Gomes, de 21, e Vinicios Monte, de 17, morreram com tiros na cabeça na Vila Nova Sorocaba, perto de onde o PM morreu.

Anteontem, na Vila Hortência, dois homens em uma moto mataram o aposentado Sidnei Oliveira, de 48 anos. À noite,no bairro Itanguá, dois homens a pé e com a cabeça coberta mataram Marlon Proença, de 16.

Meia hora depois, em um bar no Paineiras,dois homens encapuzados chegaram a pé e dispararam de 30 a 40 tiros. “Meu pai estava no bar e eu subi para casa, em cima. Ouvi os disparos e, quando desci, meu pai estava baleado e três amigos tinham sido mortos”, conta Gilcimar Souza Silva, de 29 anos. Morreram o gesseiro Fábio Lourenço, de 35, o pedreiro Agostinho Pereira da Cruz, de 50, e o comerciante Caio Cesar Nery, de 27. Dois ficaram feridos, entre eles o dono do bar e pai de Gilcimar.

Uma testemunha viu dois homens fugindo em um Vectra preto. Ela afirmou que, antes da chacina, policiais da Rota teriam alertado moradores para que não saíssem depois das 22h.

Investigação

A Corregedoria da PM acompanha o caso, mas não abriu investigação oficial porque não há indícios de envolvimento de policiais.

O suspeito do assassinato do PM foi preso na manhã de anteontem em Itapeva, a 180 km de Sorocaba. O Estado apurou que a polícia acredita que o homicídio tenha sido encomendado pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), como pagamento pela perda de um fuzil.

Quadrilha explode caixa automático em Sorocaba

Com informações da Estadão Conteúdo

Uma quadrilha explodiu o caixa automático de uma agência bancária na madrugada deste sábado, no bairro Brigadeiro Tobias, em Sorocaba. Os bandidos estavam em pelo menos dois veículos e invadiram a agência por volta das 2h30. Moradores vizinhos ouviram o barulho da explosão. Além do equipamento, a agência também ficou danificada.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos fugiram levando o dinheiro, mas a quantia não foi informada. Uma dinamite não explodiu e foi deixada no local. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM foi chamado para remover o explosivo.

Sorocaba é a sétima cidade atacada por quadrilhas especializadas em explodir caixas automáticos de bancos apenas esta semana no interior do Estado. Na sexta-feira, os criminosos atacaram duas agências em Santa Cruz da Conceição, na região de Campinas. Antes, já haviam sido explodidos caixas em Taguaí, Barbosa, Monte Alto, Ibiúna e Pindamonhangaba.

Em resposta à ação das quadrilhas, os bancos reduziram o número de caixas automáticos com dinheiro para saque em feriados e fins de semana. A maioria dos caixas também não recebe depósitos nesses períodos, o que tem gerado transtornos para os clientes.
 

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio