Arquivo da tag: TEIMOSIA

Felipão usa título de 2013 para mascarar vexame

Estadão Conteúdo|Anderson Firmino

N/A

Digite aqui a legenda

Desde 1974 o Brasil não perdia duas partidas em um Mundial. Em todos os 100 anos de história, a seleção nunca havia levado uma goleada como a de 7 a 1 diante da Alemanha. A zaga é a pior das Copas. Mas o torcedor brasileiro pode ficar tranquilo, afinal este grupo foi campeão da Copa das Confederações. O discurso, polêmico, foi utilizado pelo técnico Luiz Felipe Scolari na despedida do Brasil da Copa, após derrota por 3 a 0 para a Holanda, na decisão do terceiro lugar.

Perguntado na entrevista coletiva pós-jogo se precisava se reciclar, Felipão fez pouco caso. “Eu? Há um ano eu ganhei a Copa das Confederações. Quando tu ganha, eles (europeus) teriam que vir ao Brasil se reciclar? Em determinado momento uma equipe acaba sendo superior. Em um ano e meio ganhamos a Copa das Confederações e ficamos entre as quatro melhores do mundo”, defendeu-se o treinador.

Felipão voltaria a usar a Copa das Confederações como argumento para defender o time que levou o Brasil à sua pior atuação em uma Copa do Mundo, exatamente em casa. “Essa geração tem nada que ficar marcada (pelo vexame). Vai ficar marcada porque venceu a Copa das Confederações, mas perdeu o Mundial. Vai ficar marcada como a geração que começou uma etapa para 2018 com uma classificação entre os quatro”, reforçou.

O treinador sequer reconheceu que o Brasil fez uma Copa do Mundo decepcionante. “Os objetivos foram atingidos à medida que fomos passando de fase. Não tivemos grande atuação. Tivemos momentos muito bons durante as partidas e conseguimos os objetivos. Os seis minutos aconteceram”, disse, citando mais uma vez aquilo que o treinador entende ter sido uma “pane” de seis minutos, nos quais a Alemanha fez quatro gols.

Na análise de Felipão, o que deve ser levado da Copa do Mundo é a posição final: o quarto lugar. “Tenho que ver o lado positivo. Em 2006 não chegamos entre os quatro, em 2010 não chegamos entre os quatro, em 2014 chegamos entre os quatro.”

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio