Arquivo da tag: TIMÃO

Corinthians se desfaz de ‘esquecidos’ para enxugar elenco

Lancepress

O torcedor corintiano mal se lembrava do lateral-esquerdo Ramon, de passagem apagada pelo clube entre 2011 e 2013, mas contrato válido até junho de 2015. Isso até esta quarta-feira, quando os turcos do Besiktas anunciaram a compra dos 55% dos direitos que o Timão possuía, por R$ 4 milhões. A venda inesperada alivia os cofres do clube e evita que o elenco fique mais inchado com a volta de um atleta.

Atualmente, o inchaço do elenco é uma das principais preocupações do técnico Mano Menezes, que conta com 33 jogadores e ainda espera por Marcelo, do Atlético-PR, em negociação, e o meia Lodeiro.

Destes 33 jogadores, alguns nem tiveram oportunidade de entrar em campo em 2014: são os casos do goleiro Julio César, que não atuou nem em amistoso, e do zagueiro Wanderson. Outros seis têm menos de 90 minutos em toda a temporada: Danilo Fernandes, Ferrugem, Guilherme Arana, Guilherme Andrade, Paulinho e Malcom.

Não à toa, cinco destes oito jogadores são revelações das categorias de base do Corinthians e sofrem com a falta de espaço na equipe.

“No dia a dia a gente tem que mostrar trabalho, porque o professor coloca um, tira outro e vai vendo quem tem mais chance de ir para os jogos. Vamos fazer nosso papel bem para esperar a oportunidade. Quando ela chegar, precisamos agarrar para ter outras”, explica o atacante Malcom, de 17 anos.

Tentando evitar desgastes no elenco, o Corinthians já rescindiu com o volante Jocinei, que já assinou com a Portuguesa. O “vizinho” do Parque Ecológico deve ser o mesmo destino do peruano Cachito Ramírez, outro sem espaço, e que recusou Sport e Vasco no início do ano confiante de que Mano lhe daria mais oportunidades de jogar.
Com reforços e pinta de favorito, agora é hora de enxugar o grupo.

Corinthians oficializa a contratação de Anderson Martins

Estadão Conteúdo

O Corinthians finalmente oficializou nesta terça-feira a contratação do zagueiro Anderson Martins, emprestado ao clube até junho de 2015 pelo Al-Jish, do Catar. Ele já treina com o elenco corintiano desde o começo da semana passada, chegando, inclusive, a participar das atividades de intertemporada em Extrema, no interior mineiro, encerradas na última quinta.

“Espero fazer um bom trabalho, conseguir títulos”, afirmou Anderson Martins, em entrevista ao site do clube. “A gente sabe que em um clube desse tamanho a cobrança é grande, por isso espero ajudar, tentar me entrosar o mais rápido possível com os companheiros e ter um ano feliz”, completou.

Na mesma entrevista, ele também se apresentou à torcida. “Eu sou um atleta que gosta de sair jogando, que me posiciono bastante durante as partidas procurando cobrir os laterais e o meu companheiro de zaga. Espero contribuir da melhor maneira possível com as minhas qualidades”, disse o defensor.

O acerto com Anderson Martins já estava fechado há muito tempo, mas a diretoria corintiana demorou para oficializar a contratação. Revelado pelo Vitória, o zagueiro de 26 anos teve boa passagem pelo Vasco antes de ir para o futebol do Catar, onde está desde 2011.

Antes de Anderson Martins, o Corinthians já tinha contratado três reforços para o segundo semestre: o volante Elias, o meia uruguaio Lodeiro e o atacante paraguaio Ángel Romero – nenhum deles ainda estreou oficialmente com a camisa corintiana. Assim, o técnico Mano Menezes ganha opções importantes para buscar o título do Brasileirão e da Copa do Brasil nesta temporada.

Após garrafada e falta ‘cruel’, Guerrero diz ter amadurecido no Corinthians

Em vídeo divulgado pelo site oficial do Corinthians, Guerrero exaltou seu amadurecimento desde que chegou o Timão, em julho de 2012. Quando foi anunciado como reforço do clube do Parque São Jorge, o peruano acabou sendo associado a um carrinho “criminoso” dado no goleiro Sven Ulreich, quando ainda era jogador do Hamburgo, em março de 2012. Mais de dois anos depois, o atacante lembrou nunca ter tomado cartão vermelho com a camisa do Alvinegro.

– Amadureci muito depois das besteirinhas que fiz. Não gosto de perder, ainda mais quando não faço gols. Foram coisas que aconteceram no campo por parte da emoção, então são coisas que já esqueci. Até o dia de hoje não tenho expulsão pelo Corinthians – comentou o camisa 9.

Na ocasião da falta no goleiro rival, o peruano acabou expulso. O Hamburgo perdia para o Sttutgart por 3 a 0, em duelo válido pela 24ª rodada do Campeonato Alemão, quando Guerrero, por trás, acertou um carrinho duro, com a sola de sua chuteira, na perna de Ulreich.

Dois anos antes, em abril de 2010, outro caso de desequilíbrio havia sido protagonizado pelo atacante. O jogador foi multado em € 100 mil (R$ 235 mil) por atirar uma garrafa de plástico em um torcedor, o acusando de ter ofendido seus companheiros de equipe.

Há dois anos no Corinthians, Guerrero levou 15 cartões amarelos e nenhum vermelho. Ao todo, o peruano balançou as redes 30 vezes pelo Timão.

Fonte: Lancepress!

Corinthians inicia “retiro” em MG e espera Anderson Martins

A delegação do Corinthians chegou ao Hotel Fazenda Amoreiras, em Extrema (MG), no fim da tarde desta segunda-feira. A viagem entre o Parque São Jorge e o local onde os jogadores passarão os próximos dez dias durou menos de duas horas, sem qualquer impedimento na estrada. O primeiro treinamento do período da pausa da Copa do Mundo já será nesta terça-feira, às 11h30, no campo do hotel. O grupo treinará em dois períodos, mas somente um será aberto à imprensa.

O retiro em Extrema ocorre porque a seleção do Irã, que empatou com a Nigéria por 0 a 0 nesta segunda, está utilizando o CT Joaquim Grava em sua preparação para a Copa do Mundo. A expectativa do Timão é que o local já esteja desocupado após os dez dias no sul de Minas Gerais graças à eliminação da seleção asiática, que tem Bósnia e Argentina pela frente na primeira fase do Mundial.

Durante o período de treinos, o técnico Mano Menezes poderá entrosar ao grupo o atacante paraguaio Ángel Romero, que chegou do Cerro Porteño e é a única contratação da parada entre os que viajaram para Extrema. O volante Elias já vinha treinando com o grupo e o meia uruguaio Lodeiro só se juntará ao grupo quando sua seleção for eliminada da Copa do Mundo. Já o zagueiro Anderson Martins, que resolve os últimos detalhes de sua contratação, é aguardado no hotel nos próximos dias.

A esposa do jogador está grávida e dará à luz nos próximos dias, em Fortaleza (CE). Assim que o bebê nascer, o jogador irá para São Paulo se submeter a exames médicos e assinar contrato. O Al Jaish, do Qatar, liberou o zagueiro de 26 anos, por empréstimo, até maio de 2015.

Também pretendido pela diretoria corintiana, o atacante Marcelo ainda não é aguardado por Mano Menezes. O Atlético-PR negocia a venda do jogador para um grupo de empresários que está alinhado com o Timão. O clube, por sua vez, também prepara uma oferta com recursos próprios, mas ainda não negociou salários com o estafe do jogador.

Fonte: Terra

Mano Menezes quer Corinthians concentrado em campo

Estadão Conteúdo

N/A

Mano Menezes pede concentração dos jogadores neste domingo

Apesar de todo o clima de festa e de euforia por parte da torcida com a primeira partida oficial no Itaquerão, o técnico Mano Menezes exige concentração total no jogo contra o Figueirense, neste domingo, às 16 horas, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Acima de tudo, o treinador exige os três pontos – com oito em quatro jogos, o Corinthians figura na parte de cima da tabela de classificação.

“Temos que saber atender a expectativa (do torcedor) de forma positiva, separar uma coisa da outra porque as armadilhas estão colocadas”, afirmou Mano Menezes. “Não é a primeira vez que você enfrenta outra equipe com possibilidade maiores e condição favoráveis mas que lá dentro do campo você deixou escapar (a vitória)”.

O atacante peruano Paolo Guerrero pensa como o treinador e fala em ter calma para decidir o jogo. “Temos que ficar tranquilos, sem pensar no que vai fazer o primeiro gol, somos um grupo e temos que estar concentrados porque vai ser um jogo difícil”, afirmou.

Mano Menezes realizou dois treinos no Itaquerão para que os jogadores se ambientem ao novo campo. Em um dos treinos, o técnico testou Renato Augusto como titular. Petros deixou o time. Jadson retorna à equipe depois de ficar de fora do clássico contra o São Paulo, no último domingo, por questões contratuais.

Com Renato Augusto e Jadson, o time ganha em poder de criação, sem perder força no meio de campo. No ataque, Romarinho é o parceiro de Guerrero. Na última quarta-feira, os dois meias participaram do amistoso na Arena da Baixada, em Curitiba, contra o Atlético Paranaense, quando o Corinthians venceu por 2 a 1.

Em campo, jogadores do Corinthians fazem homenagem ao grande piloto corintiano da F1 Ayrton Senna

DIÁRIO DA MANHÃ|TALLITA GUIMARÃES

Os jogadores do Corinthians fizeram uma homenagem a Ayrton Senna, na noite desta quarta-feira (30), na partida pela Copa do Brasil contra o Nacional-AM.

Todo o time do Corinthians entrou em campo com  capacetes da Fórmula 1 para homenagear o ex-piloto, pois amanhã completam-se 20 anos de sua morte.

Senna era torcedor declarado do Corinthians. Segundo informação disponibilizada no site do Instituto Ayrton Senna, “a homenagem feita pelo clube foi idealizada juntamente com o Instituto Ayrton Senna e faz parte da campanha #SennaSempre, que em 2014 celebra os 20 anos do legado do piloto”.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

Corinthians vence o Flamengo e passa último dia feliz no Pacaembu

Gazeta Esportiva|Helder Júnior

O Corinthians agora é só saudosismo com a sua “maloca querida”. Inspirado no samba do ilustretorcedor Adoniran Barbosa, lembrado em faixas e bandeiras, o time que se orgulha da alcunha de maloqueiro se despediu do Pacaembu sem sofrer exageradamente. Venceu o Flamengo por 2 a 0 na tarde deste domingo, com gols do volante Guilherme no primeiro tempo e do zagueiro Gil no segundo. A expulsão do lateral direito Leonardo Moura, pouco antes do intervalo, contribuiu com o resultado.

Foi mais um dia feliz da vida do Corinthians no Pacaembu, dim dim donde o clube acumulou algumas de suas principais glórias, em harmonia com o refrão de “Saudosa Maloca”. Afinal, além de terconquistado os primeiros três pontos no Campeonato Brasileiro diante do Flamengo, a equipe de Itaquera ainda festejou o retorno do ex-flamenguista Elias e os nadadores campeões do Troféu de Maria Lenk em um estádio municipal lotado.

Assista aos melhores momentos:

Com o resultado, o Corinthians ganhou tranquilidade na tabela de classificação após o empate sem gols com o Atlético-MG na primeira rodada. O time ainda tem alguns compromissos pela frente antes de estrear a sua moderna arena de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. Começará o duelo da segunda fase da Copa do Brasil com o Nacional na noite de quarta-feira, na Arena da Amazônia, e visitará a Chapecoense no próximo domingo, na Arena Condá.

Já o Flamengo permaneceu sem vencer e sem marcar gols na competição nacional. Precocemente eliminado da Copa Libertadores da América, a equipe carioca havia ficado no 0 a 0 com o Goiás na primeira rodada. Buscará a reabilitação contra outro oponente paulista, o Palmeiras, no próximo domingo, no Maracanã.

O jogo –A “maloca” estava toda enfeitada para receber o Corinthians pela última vez antes da inauguração da luxuosa arena de Itaquera. Com uma bandeira que lembrava o samba de Adoniran Barbosa estendida no gramado, o Pacaembu ainda acolheu as voltas olímpicas do meio-campista Elias, reapresentado à torcida, e dos nadadores corintianos campeões do Troféu Maria Lenk antes de o jogo contra o Flamengo começar.

Assim que se posicionou no banco de reservas, enquanto era hostilizado por torcedores do seu ex-clube, o técnico Mano Menezes lembrou que o Corinthians deveria justificar o ambiente festivo. O centroavante peruano Paolo Guerrero, novamente titular, sabia bem disso. Tanto é que mostrou o seu estilo aguerrido aos marcadores do Flamengo (principalmente ao paraguaio Cáceres) logo nos primeiro minutos – a ponto de ser punido com um cartão amarelo.

Arte GE.Net

Foi também a o estilo brigado de Guerrero que contribuiu para o Corinthians abrir o placar. Aos nove minutos, ele se enroscou com o zagueiro Samir durante escanteio cobrado pelo meia Jadson e permitiu que a bola sobrasse limpa para Guilherme. O volante não titubeou e encheu o pé para sacudir a rede e correr na direção da principal torcida organizada corintiana para comemorar.

 

A vantagem no marcador fez a superioridade técnica do Corinthians ficar mais nítida. O Flamengo tinha muitas dificuldades no setor criativo e apelava para um rodízio de faltas para conter as investidas adversárias. Irritado porque a bola quase não chegava ao ataque, o centroavante Alecsandro começou a desabafar com alguns companheiros. Quando teve a oportunidade, tentou encurtar o caminho para o gol com um chute de longa distância – sem sucesso.

Em pé à beira do campo, Mano gritava e gesticulava para que o Corinthians aproveitasse o melhor momento psicológico. Seus berros eram encobertos pela cantoria da torcida. No gramado, quem parecia mais disposto era um jogador que estreava com a camisa corintiana no Pacaembu – o meio-campista Petros corria de um lado a outro, colaborando com a defesa e com o ataque. Até Ralf se contagiou com o colega, fugindo às suas características e colocando a bola entre as pernas de Alecsandro, que respondeu com uma rasteira.

Alecsandro não foi punido pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden na ocasião, o que não significava que o gaúcho tivesse perdido a rigidez. Aos 42 minutos, Leonardo Moura derrubou Petros na lateral do campo e foi severamente punido com o cartão vermelho – sem que tivesse recebido anteriormente o amarelo. A expulsão revoltou os jogadores do Flamengo. Os do Corinthians, ao contrário, terminaram o primeiro tempo aplaudidos, mesmo sem a construção de muitas chances de gol.

Para mudar o panorama da partida, o técnico Jayme de Almeida apostou na entrada de Nixon no lugar de Alecsandro no intervalo. Era necessário tomar uma atitude, como alguns dos seus comandados falaram ao descer para o vestiário. Afinal, o Flamengo já tinha um jogador a menos e havia passado os últimos minutos do primeiro tempo assistindo à torcida corintiana se divertir com insultos ao goleiro Felipe, que deixou o clube do Parque São Jorge de forma polêmica.

A alteração de Jayme, no entanto, não impediu o Corinthians de ser mais perigoso já no princípio do segundo tempo. Logo aos dois minutos, o lateral esquerdo Fábio Santos se projetou em tabela com Jadson e finalizou com força. A bola acertou o travessão. Foi o suficiente para o técnico do Flamengo preparar outra substituição. Trocou o ex-corintiano André Santos pelo argentino Lucas Mugni.

Com novo fôlego na armação, o Flamengo pareceu esquecer que estava em desvantagem numérica e passou a pressionar e a fazer o goleiro Cássio trabalhar. A postura diferente coincidiu com as mudanças de Mano no Corinthians. Guerrero, para quem os defensores do clube carioca queriam cavar uma expulsão, saiu para a entrada de Luciano. Petros deu lugar ao veterano Danilo. E, mais tarde, o apagado Romarinho cedeu espaço ao novato Malcom.

A formação fez o Corinthians ficar posicionado para jogar no contra-ataque no final da partida. A estratégia quase se mostrou eficaz no instante em que o Flamengo se aproximava do gol de empate. Aos 32 minutos, o hostilizado Felipe errou na saída de bola e permitiu que Malcom deixasse Jadson em frente ao goleiro rubro-negro, que se recuperou na jogada e fez a defesa. Luciano já estava pronto para empurrar para a rede.

Aos 35, Felipe nada pôde fazer. Fábio Santos foi à linha de fundo esquerda depois de receber a bola de Luciano e cruzou rasteiro para o zagueiro Gil ganhar a disputa com Samir e emendar para dentro. O segundo gol era o que restava para o Corinthians completar o dia feliz – e para a sua torcida abrir duas faixas na arquibancada amarela da “saudosa maloca”, compondo a inscrição: “Obrigado, Pacaembu”.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio