Arquivo da tag: VICE

Processado por agressão, Aloysio Ferreira é candidato a vice de Aécio

CORREIO DO BRASIL

O senador Aloysio Nunes é um dos principais líderes do PSDB nacional, cotado para ser vice na chapa do presidenciável Aécio Neves

O senador paulista tucano Aloysio Nunes Ferreira foi escolhido pelo candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, para ser seu companheiro de chapa como candidato a vice-presidente. O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo próprio Aécio em entrevista coletiva após reunião da Executiva Nacional do PSDB em Brasília. A definição do mineiro Aécio por Aloysio Nunes ocorreu para garantir um peso maior para São Paulo, maior colégio eleitoral do país, na campanha do PSDB. Esta é a primeira vez que o presidenciável tucano não é paulista – caso de Mario Covas (1989), José Serra (2002 e 2010) e Geraldo Alckmin (2006) – ou não tem sua base política no Estado – como Fernando Henrique Cardoso (eleito em 1994 e reeleito em 1998).

Um dos nomes mais cotados para ser vice na chapa tucana há vários meses, o senador paulista acabou sendo escolhido depois de muitas dúvidas de Aécio entre ele e a ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie, que era a favorita na semana passada. Ferreira, no entanto, ainda terá que responder a um processo por agressão, movido contra ele por Rodrigo Grassi, que assina Rodrigo Pilha em seu blog, e foi agredido verbalmente durante uma entrevista ao parlamentar, em um dos corredores do Senado. Grassi adiantou à reportagem do Correio do Brasil que está em contato com seus advogados, para prosseguir na ação penal contra Nunes, após ter seu celular “autoritariamente apreendido sem ser lacrado pela polícia”, no Parlamento.

Ex-membro do Partido Comunista Brasileiro, nos tempos da ilegalidade do PCB, Aloysio participou da Aliança Libertadora Nacional (ALN), organização guerrilheira contra a ditatura militar, e acabou se exilando no exterior quando soube que haveria um pedido de prisão preventiva contra ele. Na França, graduou-se em Economia Política e fez mestrado em Ciência Política pela Universidade de Paris. De volta do Brasil, pelo PMDB foi deputado estadual e vice-governador de São Paulo, eleito na chapa de Luiz Antônio Fleury Filho. Cooptado pela direita e já filiado ao PSDB, foi deputado federal e ocupou dois ministérios no governo Fernando Henrique Cardoso: Secretaria Geral da Presidência e Justiça. Em 2010 foi eleito senador.

Aécio é no momento o principal adversário da presidente Dilma Rousseff, do PT, que busca a reeleição, reprisando a polarização entre tucanos e petistas existente desde a eleição de 1994.

Sombra de Serra

O último passo para a decisão foi dado por Aécio na noite de domingo, quando ele consultou, pelo telefone, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A interlocutores, disse que “só depois de ouvi-los” bateria o martelo.

Desde a formalização de sua pré-candidatura, pessoas próximas a Aécio apresentaram à imprensa diversos nomes como possíveis candidatos a vice do mineiro. Já estiveram na lista o ex-senador e ex-governador do Ceará, Tasso Jereissati, o ex-governador José Serra e até FHC, que se apressou em dizer que, aos 83 anos, não seria mais candidato.

A deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP) também foi cotada para a vaga, mas as negociações não prosperaram. Até domingo, ela não havia sido contatada por Aécio para tratar do assunto. Nos últimos dias, o presidenciável tucano deu pistas de que poderia trazer “uma surpresa”. A aliados, chegou a dizer que tinha um terceiro nome “em sua cabeça”, além de Aloysio e Ellen Gracie, e depois, em agenda no Nordeste, afirmou que sua vice poderia ser uma mulher.

No fim de domingo, no entanto, sinalizou ter feito a opção mais segura e com maior amparo dentro do PSDB e entre os partidos aliados.

Jornal: Aloysio Nunes deve ser anunciado como vice de Aécio

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) deverá ser anunciado nesta segunda-feira como o nome para a vice-presidência na chapa de Aécio Neves, de acordo com informação publicada hoje pelo jornal O Estado de S.Paulo. A Executiva Nacional dos tucanos se reunirá em Brasília para anunciar a indicação do senador na chapa presidencial.

Aloysio Nunes, bastante próximo ao ex-governador José Serra, conquistou uma vaga no Senado em 2010 após receber 11,1 milhões de votos (30,42% dos votos válidos). Caso Aécio não ganhe as eleições, Nunes segue como senador. Eram cotados também para a vaga de vice-presidente Ellen Gracie, ex-ministra do Supremo Tribunal Federal, e Tasso Jereissati, ex-governador cearense.

 

Fonte: Agência Brasil 

Ex-prefeito de São Vicente, Márcio França será vice na chapa de Alckmin

De A Tribuna On-line

Com informações da Estadão Conteúdo
N/A

Márcio França será vice na chapa de Alckmin 

O deputado Márcio França (PSB-SP) será o vice da chapa do governador Geraldo Alckmin (PSDB). O nome dele será anunciado neste domingo, segundo informações da Agência Estado, durante a convenção que oficializará o tucano como candidato à reeleição. França recebeu neste sábado o aval do pré-candidato à Presidência do PSB, Eduardo Campos, para ser o nome do partido na chapa tucana.

Presidente estadual do PSB paulista, França foi quem articulou o apoio a Alckmin. O acordo desagradou a ex-ministra Marina Silva, que trabalhou para que a legenda lançasse candidatura própria no maior colégio eleitoral do País. Ainda neste sábado, o PSB realiza a convenção que irá confirmar o nome de Campos a presidente e Marina a vice.

Ex-prefeito de São Vicente (1997-2004), França foi secretário de Turismo do Alckmin entre 2011 e 2012. Ainda na última semana, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin havia convidado oficialmente o PSB a indicar um representante para ser o candidato a vice na chapa liderada pelo tucano, que tentará a reeleição este ano.

Entre 2004 e 2011, França cumpriu mandatos como Deputado Federal, assumindo a lidença do partido na Câmara dos Deputados. Segundo dados oficiais, na reeleição, em 2010, ele recebeu mais de 170 mil votos, o que o fez tornar-se o mais bem vontado no Litoral Paulista.

PP de Maluf quer indicar vice de Padilha

18/06/2014 

São Paulo, 18 – Depois de selar a aliança com Alexandre Padilha, do PT, na disputa pelo governo de São Paulo sem fazer exigências, o PP de Paulo Maluf agora entra na briga para indicar o vice na chapa. Encorajados pelo fracasso na negociação do PT com o usineiro Maurílio Biagi Filho, que se filiou ao PR, mas desistiu de ser o vice de Padilha, malufistas trabalham intensamente para ocupar o espaço.

O deputado federal Paulo Maluf, presidente estadual do PP, disse nesta quarta-feira que o partido tem bons nomes para o posto. “A indicação não fez parte da aliança, portanto ele (Padilha) está livre para a escolha, mas nós temos nomes da melhor qualidade.” Maluf não citou os pretendentes, mas disse que o partido tem filiados que preenchem os requisitos do vice idealizado pelo candidato petista, como o bom trânsito junto ao empresariado e ligações com o agronegócio. “Não impusemos essa condição, mas seria gratificante para o PP contribuir com o vice”, afirmou.

Sem confirmar ou negar o assédio malufista, o PT informou que seguem as negociações com o PR e com outros partidos. De acordo com a assessoria do presidente estadual, Emídio de Souza, dificilmente a escolha do vice de Padilha ocorrerá antes de ficar definido se o PT terá ou não o apoio do PR nas eleições majoritárias. Essa definição deve ocorrer apenas no dia 26. Caso prevaleça a aliança, outro nome citado no PR para vice é o do médico oftalmologista Cláudio Lottemberg.

Conforme a assessoria do PT, as conversas incluem o PSD de Gilberto Kassab. O ex-prefeito de São Paulo ainda não definiu se vai se candidatar ao governo estadual ou estará disponível para alianças. O vice de Geraldo Alckmin, do PSDB, candidato à reeleição, também não está definido. Outros partidos já completaram a chapa: Paulo Skaf, candidato a governador pelo PMDB, terá como vice o criminalista José Roberto Batocchio. Nesta quarta-feira, o PV fechou com a médica Maria Lúcia Aidar, vereadora de Itapetininga, como vice de Gilberto Natalini, candidato do partido ao governo.

PSDB discute indicar Serra como vice de Aécio, diz jornal

O PSDB tem discutido a indicação do ex-governador de São Paulo José Serra para a vaga de vice na chapa presidencial do senador Aécio Neves (MG). Ambos foram abordados por interlocutores do partido sobre o tema, mas dizem não ter conversado pessoalmente. Enquanto Aécio enxerga a tese da composição com incredulidade, Serra não dá sinais de que toparia a empreitada. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.


O problema, segundo aliados do senador, é que Serra tem uma rejeição muito alta, na casa dos 40%. Políticos ligados ao ex-governador de São Paulo encomendaram pesquisas em seus Estados testando o nome de Serra na vice de Aécio. As pesquisas apontam que Serra adicionaria votos a Aécio, especialmente em São Paulo. Mas há o temor de que o paulista possa transferir rejeição a Aécio.

Fonte: Terra

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio