Arquivo da tag: Vídeo

Vídeo: jornalista da RFI filma invasão de chilenos no Maracanã

Torcedores chilenos detidos no Maracanã.

Torcedores chilenos detidos no Maracanã|RFI / Carlos Pizarro

Uma hora antes do apito inicial Chile-Espanha, centenas de torcedores chilenos sem ingressos invadiram o estádio do Maracanã. Eles deixaram um rastro de destruição na sala de imprensa, antes de serem detidos pela polícia. O enviado especial da redação América Latina à Copa, Carlos Pizarro, estava no local e relata a violência da invasão.

Desorientados nos corredores do Maracanã, os torcedores chilenos derrubaram duas paredes e entraram à força na sala de imprensa, onde trabalhavam cerca de 200 jornalistas. Eles quebraram equipamentos e, segundo Carlos Pizarro, roubaram telefones celulares e computadores dos repórteres.

Alertada, a polícia conseguiu prender 88 torcedores, a grande maioria chilenos, mas também torcedores do Peru, da Colômbia e Argentina. Eles receberam ordem para deixar o Brasil em 72 horas, caso contrário serão deportados, conforme explicou o cônsul chileno no Rio de Janeiro, Samuel Ossa Dietsch.

O incidente com os torcedores chilenos somado ao episódio semelhante de segunda-feira, pouco antes do jogo Argentina-Bósnia, revela falhas na segurança do Maracanã. Os 1.500 agentes contratados para monitorar o interior do estádio e os 5 mil policiais que patrulham do lado de fora não deram conta de evitar as cenas de violência.

Um vídeo postado nas redes sociais mostra cerca de 30 torcedores argentinos pulando a cerca do estádio carioca, na última segunda-feira, diante do olhar atônito de um pequeno grupo de agentes de segurança. Nove argentinos foram presos, fichados e posteriormente liberados pela polícia.

Assista abaixo o vídeo do repórter Carlos Pizarro.

Lana Del Rey lança novo clipe; assista a Shades of Cool

De A Tribuna On-line

N/A

Faixa integra novo álbum da cantora 
A cantora norte-americana Lana Del Rey liberou o clipe do segundo single de seu mais novo álbum, intitulado Ultraviolence. O vídeo, como é usual da artista, é marcado pelo visual retrô com efeitos de imagem que lembram os filmes das décadas de 1970 e 1980.
 
O novo disco, que inclui também as faixas West Coast Brooklyn Baby, contou com a produção de Dan Auerbach, do Black Keys. O trabalho sucede o álbum de estreia Born To Die, lançado em 2012.
 
Confira o clipe abaixo:
 

Filme Os Mercenários 3 ganha primeiro trailer completo; assista

De A Tribuna On-line

N/A

Sylvester Stallone e mais astros retornam à franquia
O longa Os Mercenários 3 teve seu primeiro trailer completo divulgado, e mostra tiros, explosões, helicópteros e humor. Além dos astros Sylvester Stallone, Dolph Lundgren, Wesley Snipes e Arnold Schwarzenegger, o ator Mel Gibson faz sua estreia na franquia, interpretando um dos fundadores do grupo dos Mercenários.
 
Na trama, um grupo de personagens mais jovens vai tentar ajudar os veteranos a enfrentar o fundador, interpretado por Gibson, que quer se vingar. A direção do filme ficou por conta de Patrick Hughes, de Busca Sangrenta. O filme estreia nos cinemas brasileiros em 21 de agosto de 2014.
 
Assista ao trailer abaixo:
 

Portugal sofre a maior derrota de sempre em Mundiais

Diário de Notícias|João RuelaHoje

 
Portugal sofre a maior derrota de sempre em Mundiais

Fotografia © Reuters

Alemães “atropelaram” a seleção nacional com recital de futebol. Expulsão de Pepe e lesões de Hugo Almeida e Fábio Coentrão complicaram o que já era difícil. Bater o Gana e os EUA será essencial.

Filme do jogo:

90+2′ Final do jogo!

90+2′ “Bomba” de Cristiano Ronaldo, para defesa de Neuer.

90′ Dois minutos de compensação…

88′ Grita-se “olé!” nas bancadas…

85′ Livre de Ronaldo, novamente contra a barreira.

84′ A Portugal resta torcer que Gana e Estados Unidos da América empatem, caso contrário a diferença de golos poderá tornar o apuramento uma impossibilidade, mesmo vencendo os dois últimos jogos…

82′ Substituição na Alemanha. Saiu Müller, o homem do jogo (já leva oito golos em dois Mundiais), e entrou Podolski.

80′ Portugal vai mesmo sofrer a sua maior derrota de sempre em Mundiais, ao 24.º jogo. A Alemanha chega hoje aos 100, a primeira a fazê-lo…

78′ GOLO DA ALEMANHA! THOMAS MÜLLER FAZ 4-0! Mais uma falha de Rui Patrício, desta vez a não conseguir segurar o cruzamento de Schürrle. Müller aproveitou para encostar, completando o “hat-trick”. É o oitavo golos em Mundiais, aos 24 anos!

78′ Excelente corte de André Almeida, a impedir o remate de Lahm, na sequência de mais uma falha de Rui Patrício. Que mal está o guarda-redes na partida…

76′ As imagens televisivas mostram que o lance é passível de grande penalidade.

75′ Portugal quase marcava! Remate potente de Nani, para defesa de Neuer; Éder foi à recarga, mas cai no relvado. Ronaldo protesta efusivamente junto ao árbitro, a pedir penálti… Aguardamos pela repetição.

73′ Substituição na Alemanha. Saiu Hummels e entrou Mustafi. O central do Dortmund sai a mancar e a sangrar no joelho…

72′ Hummels sai para receber assistência médica. A Alemanha tem o jogo ganho, por isso o central deverá ser substituído por precaução.

70′ Rui Patrício impede o remate de Lahm, que aparecia em zona de finalização.

69′ João Pereira salva. Contra-ataque da Alemanha, com Schürrle a isolar Götze; o avançado rematou com “selo de golo”, mas o lateral conseguiu desviar para canto.

68′ João Moutinho isola Nani, mas o extremo não conseguiu encontrar espaço para o remate. Não está a ser uma boa estreia em Mundiais…

67′ A única coisa de bom que Portugal poderá tirar do que sobra do jogo é não sofrer mais lesões e não ver cartões (dois amarelos valem um jogo de suspensão, por isso João Pereira já está em risco para o jogo com o Gana).

65′ Substituição em Portugal. Saiu Coentrão e entrou André Almeida.

65′ Coentrão vai mesmo sair. Sai com muitas queixas e a sua utilização para o que sobra no Mundial pode estar em causa.

64′ Coentrão pede de imediato substituição. O lateral sentiu o “esticão” na perna e já recebe assistência médica… Postiga ia entrar, mas assim poderá ser chamado André Almeida.

62′ Substituição na Alemanha. Saiu Özil e entrou Schürrle.

61′ Ricardo Costa quase consegue finalizar, na sequência de um canto batido por Moutinho, mas Hummels não o deixou rematar.

60′ Livre de Ronaldo, contra a barreira.

60′ Ronaldo ganha um pontapé livre em boa posição…

58′ Cristiano Ronaldo muito assobiado sempre que toca na bola. Os alemães estão em superioridade nas bancadas…

56′ Alemanha com 54% de posse de bola, 10 remates (seis à baliza) e 23 ataques perigosos. Portugal tem 46% de posse de bola, sete remates (três à baliza) e 18 ataques perigosos.

54′ Livre que João Moutinho, que a seleção nacional não consegue aproveitar.

52′ Ronaldo solta para o lado esquerdo, onde Nani e Coentrão apareceram a chocar um contra o outro. Lance que diz muito da exibição portuguesa.

51′ Rui Patrício evita o quarto! Perda de bola de Cristiano Ronaldo, contra-ataque da Alemanha e Özil, isolado, atirou para defesa de Rui Patrício. Müller foi à recarga, mas cabeceou por cima.

49′ Éder tenta o cruzamento/remate. Não saiu uma coisa nem outra.

48′ Caso se mantenha este resultado, Portugal sofrerá a sua maior derrota de sempre em Mundiais. Até aqui, os maiores desaires tinham sido por 3-1, contra Marrocos (1986) e Alemanha (2006).

46′ Início da segunda parte! Bola para Portugal.

– Substituição em Portugal. Saiu Miguel Veloso e entrou Ricardo Costa.

45+2′ Intervalo na Arena Fonte Nova. A Alemanha vence por 3-0 e tem o jogo mais do que resolvido. Só um “milagre” evitará que Portugal sofra uma derrota por números históricos…

45+1′ GOLO DA ALEMANHA! THOMAS MÜLLER FAZ O 3-0!Falha tremenda de Bruno Alves, que falhou o corte na grande área e permitiu que a bola sobrasse para Müller, que bateu Rui Patrício pela terceira vez na partida. E isto ameaça não ficar por aqui…

45′ Dois minutos de compensação…

44′ Portugal não voltou a aproximar-se da grande área adversária desde a expulsão de Pepe. O jogo está mais perto do 3-0 do que do 2-1…

42′ Pepe é o sexto jogador da seleção nacional a ser expulso em Mundiais. O único a ter sido expulso mais cedo foi João Pinto, no Mundial 2002, aos 27 minutos do Portugal-Coreia do Sul. O Mundial no Brasil ameaça não trazer melhores memórias…

40′ Remate de Götze, na sequência de um canto, por cima do alvo.

39′ Muitos protestos no banco de Portugal, alegando que Pepe não fez nada merecedor de expulsão. Que podia ter evitado o conflito com Müller, podia…

37′ Cartão vermelho para Pepe! O central luso-brasileiro “encostou” a cabeça a Müller, após o alemão se ter queixado de ter sido atingido na face, gesto entendido como agressão pelo árbitro na partida. Se já estava difícil, agora torna-se impossível competir com esta Alemanha.

36′ Éder falha! Na sequência de um canto, o ponta-de-lança foi às alturas cabecear, mas atirou por cima do alvo.

35′ Portugal desperdiça! Coentrão, isolado por Moutinho, teve espaço para rematar ou assistir Ronaldo, mas decidiu mal e Hummels acabou por ceder canto – quase que desvia para a própria baliza.

34′ Nani surge em velocidade no último terço do terreno, mas falha na assistência para Cristiano Ronaldo.

32′ GOLO DA ALEMANHA! HUMMELS FAZ O 2-0! Cabeçada fortíssima do central, que bateu Pepe e Bruno Alves nas alturas, na sequência de um pontapé de canto, e desviou para o fundo das redes. Portugal muito, muito mal na partida, diante de uma Alemanha largamente superior em tudo.

31′ Alemanha quase marcava! Özil assistiu Müller, cujo remate levava “selo de golo”, mas João Pereira desviou para pontapé de canto.

29′ Éder cumpre a nona internacionalização. Até ao momento não conseguiu qualquer golo, ele que faz a estreia em fases finais de competições de seleções.

28′ Substituição em Portugal. Saiu Hugo Almeida e entrou Éder.

27′ Hugo Almeida pede assistência médica. Tem batalhado entre os centrais alemães (a Alemanha também joga com dois centrais “de raiz” nas laterais), até ver sem sucesso. Éder conversa com Paulo Bento… e vai mesmo haver substituição!

25′ Nani quase marcava! Excelente pontapé do extremo, em arco, que sai a rasar a trave!

23′ Cristiano Ronaldo vai pedindo a bola e tentado partir para os lances individuais. Está a um golo dos 50 pela seleção nacional…

22′ Não vai haver pausas para beber água, o que significa que o calor, afinal, não será assim tanto – e não servirá de “desculpa”.

20′ João Pereira está a ter muitos problemas em travar Götze, até aqui a maior ameaça alemã.

18′ A Alemanha nunca tinha usufruído de uma grande penalidade marcada tão cedo em Mundiais. Müller já leva seis golos em Mundiais (fez cinco na África do Sul).

16′ Nos primeiros 11 jogos do Mundial 2014, houve cinco reviravoltas no marcador. Até ao momento não houve empates…

14′ Grande corte de Bruno Alves, a afastar o perigo da grande área.

13′ GOLO DA ALEMANHA! THOMAS MÜLLER FAZ O 1-0! O avançado bate Rui Patrício, na conversão da grande penalidade. Os jogadores da seleção nacional protestam, mas sem motivos para tal: era falta para penálti.

11′ Penálti para a Alemanha! João Pereira deixou Götze fugir e, depois, puxou o avançado alemão na grande área. Cartão amarelo para o lateral.

9′ Alemanha falha com a baliza aberta! “Disparate” de Rui Patrício, a entregar a bola a Khedira, que, à entrada da grande área e sem ninguém no caminho para a baliza, atirou ao lado do alvo!

8′ Ronaldo quase marcava! Excelente ação de Miguel Veloso, a recuperar a bola à entrada da grande área da Alemanha e a soltar Ronaldo, que já dentro da grande área atirou par defesa difícil de Neuer.

6′ Remate de Cristiano Ronaldo, para a bancada. Má decisão do extremo, que pede desculpa aos colegas.

5′ Portugal cria perigo. Contra-ataque de Ronaldo, a soltar Hugo Almeida, que rematou com o pé direito para Neuer segurar. Não é o melhor pé do ponta-de-lança…

4′ João Pereira afasta o perigo da grande área, após investida de Kroos. Melhor a Alemanha neste início de jogo.

3′ A Alemanha joga com seis jogadores do Bayern Munique de início. Em Portugal, o Real Madrid é o clube mais representado, com três.

2′ Corte providencial de Pepe, no momento em que Götze se preparava para finalizar, após cruzamento de Boateng.

1′ Primeira grande ovação da partida, no momento que Ronaldo toca na bola pela primeira vez. Há centenas de brasileiros misturados com os adeptos da seleção nacional.

1′ O sérvio Milorad Mazic apita para o início do jogo! Bola para a Alemanha.

PORTUGAL: Rui Patrício; João Pereira, Pepe, Bruno Alves, Fábio Coentrão; Miguel Veloso, João Moutinho, Raúl Meireles; Cristiano Ronaldo, Nani e Hugo Almeida. Suplentes: Beto, Eduardo, André Almeida, Ricardo Costa, Luís Neto, William Carvalho, Rúben Amorim, Rafa, Vieirinha, Silvestre Varela, Hélder Postiga e Éder.

ALEMANHA: Neuer; Boateng, Mertesacker, Hummels, Höwedes; Lahm, Khedira; Mesut Özil, Toni Kroos, Thomas Müller; Mario Götze. Suplentes: Zieler, Weidenfeller, Ginter, Erik Durm, Mustafi, Grosskreutz, Schweinsteiger, Draxler, Kramer, Schürrle, Podolski e Klose.

Portugal estreia-se nesta segunda-feira (17.00) no Mundial 2014, com a Alemanha, numa partida em que contará com Cristiano Ronaldo a 100 por cento e frente a um adversário com quem perdeu nos últimos três encontros oficiais (Mundial 2006, Euro 2008 e Euro 2012).

De nada valeu, à seleção nacional, ter Cristiano Ronaldo em campo nesses últimos três desafios, mas a expetativa em torno do capitão da seleção portuguesa nunca foi tão elevada. Reeditar as proezas de Carlos Manuel (resolveu o jogo em Estugarda, em 1985) e Sérgio Conceição (fez um “hat-trick” aos alemães em 2000) é o objetivo, sendo que Portugal, além destes dois jogos, só por mais uma vez bateu a Alemanha – em 1983, golo de Dito num particular. Este será o 18.º confronto direto.

Ultrapassados os problemas físicos que o afetaram durante o estágio, Ronaldo garantiu na véspera do jogo de Salvador que está bem fisicamente e será titular frente à Alemanha, embora Paulo Bento não tenha adiantado qual será a equipa que vai apresentar.

As grandes dúvidas para o “onze” português estão no centro do ataque, em que há três jogadores para um lugar: Hélder Postiga, Hugo Almeida e Éder.

Apesar de ter perdido os três últimos encontros frente à Alemanha, Portugal tem um saldo positivo em encontros de estreias em Mundiais, tendo somado três triunfos, um empate e apenas uma derrota, no Mundial2002, contra os Estados Unidos (3-2, depois de ter estado a perder por 3-0), adversários na segunda jornada do Grupo G do torneio de 2014.

A Alemanha, que se vai tornar na primeira equipa a atingir os 100 jogos em Mundiais, tem, segundo o selecionador Joachim Löw, todos os jogadores disponíveis, apesar dos problemas com Neuer, Khedira e Schweinsteiger, que no domingo fez exames complementares.

O avançado Miroslav Klose precisa de um golo igualar como o melhor marcador de sempre em Campeonatos do Mundo o brasileiro Ronaldo, que fez, na sua carreira, 15 golos na maior competição de seleções.

Melhores momentos:

A logomarca da taça da copa 2014, seria uma homenagem a Chico Xavier

DIÁRIO DA MANHÃ|ANA CLÉIA SOUZA

Vários sites comentam o assunto e realizam comparações com uma foto do médium mineiro e afirmam que a taça da copa deste ano foi pensada em homenagear ao grande líder do espiritismo.

Se observarmos, é possível ver que o desenho da taça remete à imagem de Chico Xavier psicografando – imagem que ficou eternizada. 

O médium faleceu aos 92 anos de idade em decorrência de parada cardíaca. 

Segundo relatos de amigos e parentes, Chico teria feito um pedido a Deus para morrer em um dia em que os brasileiros estariam muito felizes, e, que o país estaria em festa; sendo assim, ninguém ficaria triste com a sua passagem (morte). 

Coincidência ou não, ele faleceu quando o Brasil festejava a conquista da Copa do Mundo de futebol de 2002.

Logomarca da Taça da Copa 2014, seria uma homenagem a Chico Xavier. Foto: Divulgação

Logomarca da Taça da Copa 2014, seria uma homenagem a Chico Xavier. Foto: Divulgação
 
Veja o vídeo:
 

 

MAX B.O. LANÇA “VAMO ALÉM”

MC faz reflexão sobre as manifestações brasileiras em nova produção nas vésperas da Copa do Mundo no Brasil

O músico e apresentador Max B.O. acaba de lançar o clipe “Vamo Além” em parceria com o produtor musical Wzy. O clipe inédito tem produção e edição do Estúdio C7. A letra mantém o estilo de B.O. e fala sobre as manifestações que começaram em junho do ano passado e que ainda não tem previsão para acabar com a abertura da Copa do Mundo.

Max B.O. acha a união da população muito importante para melhorar o país, desde que haja consciência: “Não adianta participar de uma manifestação sem saber porque está lá, pelo que se reivindica. Gente que quer apenas uma foto pra postar nas redes sociais, que vai pra uma manifestação como se estivesse indo fazer um passeio ou quem simplesmente só quer aparecer diante das câmeras, acaba deturpando o verdadeiro sentido do ato. E onde estão e o que fazem as pessoas que muitas vezes são mentoras dessas indignação popular?”.

Com gol de Armero, Colômbia derrota Grécia na estreia

Estadão Conteúdo

Falcao García era a principal esperança colombiana para a Copa do Mundo, mas, lesionado, foi cortado e só pôde ajudar seus companheiros com apoio da arquibancada na estreia deste sábado. O atacante do Monaco, no entanto, não fez tanta falta para a seleção da Colômbia, que confirmou o favoritismo e ganhou da Grécia por 3 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte.
 
Cabeça de chave, a Colômbia larga na frente no Grupo C e soma os primeiros três pontos. Por outro lado, a Grécia segue com péssimo retrospecto em Copa do Mundo, tendo sofrido neste sábado sua sexta derrota em sete partidas na história da competição. As duas seleções voltam ao campo na quinta-feira: os colombianos pegam a Costa do Marfim, no Mané Garrincha, em Brasília, e os gregos duelam com o Japão, na Arena das Dunas, em Natal.
 
A frente da Colômbia, Teofilo Gutierrez comemora depois de marcar durante jogo contra a Grécia

A frente da Colômbia, Teofilo Gutierrez comemora depois de marcar durante jogo contra a Grécia
A ausência de Falcao García foi pouco sentida pelos colombianos por dois fatores. O primeiro é o grande número de boas peças que o técnico José Pekerman possui no ataque. James Rodríguez (que marcou o terceiro gol), Ibarbo, Cuadrado e Teófilo Gutiérrez (autor do segundo gol) tiveram boas atuações e conduziram a seleção. Pelo lado esquerdo, o ex-palmeirense Pablo Armero, que abriu o placar, também chegava com muita qualidade ao campo ofensivo, aumentando o leque de opções.
 
O segundo fator foi a presença em massa da torcida colombiana, que pintou de amarelo as arquibancadas do Mineirão e empurrou a equipe. Do canto à capela no hino do país até os gritos de “olé” nos minutos finais, os torcedores da Colômbia criaram o melhor ambiente possível para a seleção, que se sentiu em casa em Belo Horizonte.
 
Jogo
A Colômbia começou muito melhor, com Teófilo Gutiérrez mostrando serviço na vaga de Falcao García e sendo a principal arma da seleção. Mas o primeiro chute foi da Grécia, com Maniatis, que arriscou de longe e exigiu trabalho de Ospina.
 
Foi só um susto, porque os colombianos abriram o placar logo aos cinco minutos. Cuadrado fez bela jogada pela direita e rolou para o meio. James Rodríguez deixou passar e Armero chegou batendo. A bola ainda desviou antes de entrar. Na comemoração, o lateral reviveu as dancinhas da época de Palmeiras, que ficaram conhecidas como “Armeration” e conduziu a alegria de seus companheiros.
 
O começo do jogo era extremamente movimentado, bem diferente do que era esperado diante da histórica retranca grega. Tanto que os europeus responderam na sequência e quase deixaram tudo igual logo aos seis minutos, quando Kone recebeu dentro da área e, de primeira, jogou para fora.
 
Depois, porém, o jogo finalmente diminuiu o ritmo e a Grécia, então, passou a controlar a posse de bola. A velocidade colombiana era uma ameaça nos contra-ataques, mas os gregos dominavam a situação com toque de bola no campo ofensivo. A falta de criatividade, no entanto, impedia a criação de oportunidades. Aos 27 minutos, Torosidis até levou perigo em bola alçada, mas cabeceou para fora.
 
A rapidez adversária incomodava os gregos. E os colombianos ainda chegaram por duas vezes antes do intervalo, mas James Rodríguez e Cuadrado finalizaram muito mal pela direita. Do outro lado, Kone bateu com categoria uma sobra de bola na meia-lua e Ospina precisou voar no ângulo esquerdo para espalmar já aos 43 minutos.
 
O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com a Grécia dominando a posse mas sofrendo para encontrar qualquer brecha na defesa colombiana. Por sua vez, o time sul-americano chegava esporadicamente, mas sempre com mais perigo. A primeira chance no segundo tempo foi em chute de fora da área de James Rodríguez que Karnezis espalmou. Na segunda, o placar foi ampliado. Após escanteio da direita, Aguilar desviou na primeira trave e Teófilo Gutiérrez, sozinho, tocou para a rede aos 13 minutos.
 
Em um dos poucos bons momentos que criou, a Grécia desperdiçou chance inacreditável. Após cruzamento da esquerda e ajeitada para o meio de Fetfatzidis, Gekas chegou sozinho, na linha da pequena área, e cabeceou no travessão. O erro minou qualquer possibilidade de reação do time grego. O último respiro aconteceu já aos 39 minutos, com chute colocado de Samaras que passou raspando a trave. 
 
Para completar a festa, James Rodríguez, destaque da partida, também deixou sua marca. Ele recebeu na entrada da área, ajeitou para o pé esquerdo e bateu colocado, fazendo 3 a 0 já aos 47 minutos. Comemoração merecida pelo show colombiano nas arquibancadas e em campo.
 
Meio-campista colombiano James Rodriguez comemora gol com equipe na Arena Mineirão

Meio-campista colombiano James Rodriguez celebra com equipe na Arena Mineirão, em Belo Horizonte
Ficha técnica
 
COLÔMBIA 3 X 0 GRÉCIA
 
COLÔMBIA – Ospina; Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero (Arias); Carlos Sánchez, Aguilar (Mejia), Cuadrado, James Rodríguez e Ibarbo; Teófilo Gutiérrez (Jackson Martinez). Técnico: José Pekerman.
 
GRÉCIA – Karnezis; Torosidis, Manolas, Sokratis e Cholevas; Maniatis, Katsouranis e Kone (Karagounis); Samaras, Salpingidis (Fetfatzidis) e Gekas (Mitroglu). Técnico: Fernando Santos.
 
GOLS – Armero, aos cinco minutos do primeiro tempo; Teófilo Gutiérrez, aos 13, e James Rodríguez, aos 47 minutos do segundo tempo.
 
ÁRBITRO – Mark W. Geiger (EUA).
 
CARTÕES AMARELOS – Carlos Sánchez (Colômbia); Sokratis e Salpingidis (Grécia).
 
RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.
 
LOCAL – Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Ouça Actin’ Like That, parceria entre Jennifer Lopez e Iggy Azalea

De A Tribuna On-line

N/A

Novo disco da cantora será lançado em 17 de junho
A cantora norte-americana Jennifer Lopez está prestes a lançar seu décimo álbum de estúdio, que conta com colaborações de artistas como Rick Ross, T.I., French Montana e Pitbull, entre outros. Uma das parcerias presentes no disco é Actin’ Like That, com a rapper australiana Iggy Azalea, que foi liberada na web.
 
O álbum, intitulado A.K.A, chega ao mercado no dia 17 de junho, precedido pelos singles I Luh Ya Papi eFirst Love.
 
Ouça a nova faixa abaixo:
 

Depois de três gols anulados, México vence Camarões

Da Redação de A Tribuna

Foi o gol de Oribe Peralta aos 15 minutos do segundo tempo que garantiu a vitória da equipe mexicana na estreia da Copa do Mundo 2014. O jogo, que aconteceu na Arena das Dunas, em Natal, na tarde desta sexta-feira teve três gols anulados.

Logo aos 10 minutos da etapa inicial, Herrera cruzou a bola para Giovani dos Santos. O camisa 10 dominou e, livre, bateu para o gol. O goleiro Itandje não conseguiu chegar na bola. A arbitragem marcou posição irregular do atacante. O mexicano, entretanto, estava na mesma linha dos zagueiros camaroneses.

Cinco minutos depois, Camarões deu a resposta. Depois da cobrança de escanteio, Samuel Eto’o ajeitou e Choupo-Moting tocou para o gol. Mais uma vez, o lance é parado pelo árbitro que assinalou o impedimento de Eto’o, na construção da jogada.

A seleção do México foi melhor e derrotou Camarões, por 1 a 0, na Arena das Dunas

A seleção do México foi melhor e derrotou Camarões, por 1 a 0, na Arena das Dunas

O jogo era bem movimentado. Enquanto a torcida fazia a festa na Arena das Dunas, o México tentava envolver o time de Camarões. E ainda na primeira etapa, a equipe do técnico Miguel Herrera teve outro gol anulado. Dessa vez, um lance de Giovanni dos Santos, aos 29 minutos.

O único gol válido do jogo aconteceu no ínicio da etapa complementar. Aos 15 minutos, Peralta aproveitou o rebote do forte chute de Giovani dos Santos para abrir o marcador.

A equipe de Camarões tentava responder nos contra-ataques. Nos lançamentos para Eto’o, jogador camaronense mais avançado. O empate quase saiu num lance, aos 46 minutos, uma cabeçada forte de Moukandjo.  O goleiro Ochoa fez boa defesa.

Com a vitória, os mexicanos mantiveram o bom retrospecto em estreias em Copas do Mundo. Desde a Copa de 1994, nos Estados Unidos, a Seleção Mexicana não perde no primeiro jogo. Agora, o próximo adversário é o Brasil, na terça-feira, 17 de junho, na Arena Fonte Nova, em Fortaleza. Já a equipe de Camarões pega a Croácia, em Manaus, na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
 

MÉXICO 1 X 0 CAMARÕES

Data e horário: 13/6/2014, às 13h00
Local: Arena das Dunas, Natal (RN)
Árbitro: Wilmar Roldán (FIFA/COL)
Assistentes: Humberto Clavijo (FIFA/COL) e Eduardo Diaz (FIFA/COL)
Cartões Amarelos: Héctor Moreno (MEX); Nounkeu (CAM)
GOL: Peralta, aos 15’/2ºT (1-0);

MEXICO: Ochoa; Paul Aguilar, Rafa Marquez, M. Rodríguez, Hector Moreno e Miguel Layún; Vazquez, Herrera (Salcido, 46’/2ºT), e Guardado (Fabian, 23’/2ºT); Oribe Peralta (Chicharito Hernandez, 27’/2ºT) e Giovani dos Santos. Técnico: Miguel Herrera.

CAMARÕES: Itandje; Djeugoue (Nounkeu, intervalo), N’Koulou, Chedjou e Ekotto; Song (Webo, 34’/2ºT), Enoh, Moukandjo, M’Bia e Choupo Moting; Samuel Eto’o. Técnico: Volker Finke.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio